Busca   
 
Edição 337 - Ano 18 - Maringá, PR 
   Home
   Opinião
   Crítica
   Crônica
   Entrevista
   Reportagem
   Geral
   Artigos & Cia
   Galeria de Fotos
   Edições Anteriores
Em nome do Furo
E o futuro?
A maravilhosa história do pornô moderno

Você está aqui: Home / Reportagem / #66
Publicidade e conteúdo interagem na web
Consolidada como plataforma de informação, a internet ainda é um desafio para empresas de comunicação

 Imagem/Gustavo Lemos
 Para especialista, falta criatividade na utilização do meio
Gustavo Lemos
Por qual veículo você acompanha as principais notícias durante o dia: impresso, TV ou internet? Você pode até não ficar on-line o dia todo, mas não pode negar a facilidade que a plataforma digital trouxe para a disseminação de conteúdo. É por esse motivo que os principais veículos de comunicação também se renderam à rede.

Se há algumas décadas, impresso e rádio procuravam se reformular com o surgimento da televisão, hoje a TV se junta ao grupo na tentativa de manter seu espaço. Em tempos de internet, o principal desafio não é dividir o público, mas fazer da web um meio lucrativo, que se sustente, como as demais mídias.

Seguindo a lógica da publicidade no rádio, impresso e televisão, a primeira alternativa foi dividir os espaços disponíveis da página na internet entre conteúdo e anúncios pagos. Porém, só visibilidade não é garantia de sucesso, como explica o especialista em Publicidade na Web Willy Dantas, 27. “O veículo só vai conseguir ter lucro muito maior se levar uma proposta diferenciada para o cliente, explorando o meio de um jeito novo."

Para Dantas, falta inovação na hora de utilizar a internet para ações de marketing, tanto para clientes como para o veículo. “O mercado não está atento a isso, ele [o mercado] não consegue enxergar a utilização do meio internet de forma criativa”, completa.

Segundo o gerente de marketing do Grupo O Diário, Wilson Teixeira, 24, é muito difícil traçar um plano de ação em longo prazo, quando o assunto é internet. “É tudo muito novo e muito misturado, mas é justamente nessa mistura que está o futuro. É você conseguir, com o veículo, integrar o impresso - as ações corpo a corpo que os veículos fazem como ativador social - ao on-line - aí sim a publicidade tradicional.”

Para Teixeira, a integração entre o ambiente on-line e o off-line deve ter como foco o público leitor. “Como é que [o veículo de comunicação] vai atingir todos os públicos? É oferecendo conteúdo em todas as plataformas. Então o futuro da internet é convergir ainda mais com os outros tipos de mídia off-line”, complementa.


Meio publicitário ganha
com integração de mídias


Publicidade na web completa 16 anos e segue evoluindo com a criação de novas formas de disseminar conteúdos


Carlos Emori Junior
Nos últimos anos um novo tipo de publicidade vem ganhando espaço no mercado: a publicidade na internet. Altieres Rohr, 21, que trabalha desde os 13 anos com assuntos relacionados à internet e afirma que as primeiras publicidades na internet eram feitas por e-mail. “Funcionam por causa do volume [quantidade], um retorno medíocre, mesmo com volume de vários zeros à esquerda na porcentagem, ainda acaba sendo interessante. Fora isso, muito do que circula de publicidade por e-mail é enviada a partir de computadores infectados por vírus, então o custo fica muito baixo”, diz ele que hoje é colunista de tecnologias no portal de notícias G1.com.

Rohr lembra que a publicidade em sites na web começou ainda na década de 1990 e serve de modelo para as atuais. “O primeiro banner foi publicado em 25 de outubro de 1994. O banner dizia: ‘Você já clicou neste banner? Você vai’. E até hoje o desafio continua sendo o mesmo: fazer o internauta ler ou diretamente clicar no banner.”

Hoje, há muitas formas de publicidade na web e algumas empresas utilizam mais de uma mídia para divulgar o produto. É a chamada interação das mídias. Um exemplo disso é o que fez o estudante Felipe Agnello, 24, idealizador do programa radiofônico “Publistorm”, da Rádio Universitária Cesumar, e do blog www.publistorm.com. “Inicialmente a ideia do blog surgiu devido à grande integração que há entre o curso de publicidade e propaganda com as novas mídias. Na época [2007], a experiência e empolgação de começar um curso de Publicidade e Propaganda surgiu como estímulo para entrar de cabeça realmente nos temas da publicidade e fazer uma crítica diferenciada, levando em conta a opinião dos universitários”, explica.

Segundo Agnello, o Publistorm.com não gera somente conteúdo publicitário. “Todo conteúdo voltado às áreas de publicidade e propaganda, design, marketing, relações públicas, comunicação como um todo. Para se ter uma ideia, o conteúdo do Publistorm.com hoje abriga: blog, rádio, podcast, TV publistorm, twitter, orkut, [Agência Publistorm – TCC], entre outros, e já há projetos para a criação e manutenção em outros meios.”

Além de Agnello, a equipe tem mais dois integrantes: David Beltrão, 21 e Vanessa Novello, 21. Hoje, João Paulo Benassi, 21, não está na equipe, mas ao lado de Felipe, foi um dos fundadores do projeto. Agnello afirma que o projeto do Publistorm.com não irá parar após eles terminarem a faculdade. Já existem planos para darem continuidade ao trabalho.

O professor do curso de publicidade e propaganda do Cesumar (Centro Universitário de Maringá) Afrísio Lucas Junior, 41, foi um dos incentivadores do projeto do Publistorm.com e para ele a publicidade na web deve ser direcionada para certos tipos de públicos. “A publicidade na web funciona de forma ampla e com infinitas possibilidades de se trabalhar a marca ou produto.”

Lucas Junior diz ainda que a integração entre as redes sociais e meios de comunicação diferentes é importante, pois isso ajuda na disseminação do conteúdo. “As emissoras de rádio que exploram a disseminação de conteúdo via internet, as mídias sociais, os blogs, entre outros, promovem possibilidades distintas para cliente anunciante e cliente consumidor. Depende dos objetivos traçados pelo cliente ou pela agência fomentadora.”

Comente você também...

Nome: E-mail:

Mensagem

Se comentário não poderá ultrapassar os 500 caracteres.
Lembramos que seu comentário será analisado antes de ser postado.

  Últimas Notícias
Opinião
Um dos principais exames do país tem graves f...
Crítica
Muitas vezes assessores de imprensa deixam a ...
Crônica
Sem dizer absolutamente nada, ele demonstra e...
 

  Confira também
Opinião
Um dos principais exames do país tem graves f...
Crítica
Muitas vezes assessores de imprensa deixam a ...
Crônica
Sem dizer absolutamente nada, ele demonstra e...
Infome seu e-mail abaixo
 

+ Topo Home | Contato | Administrador | Sobre o Jornal