Busca   
 
Edição 337 - Ano 22 - Maringá, PR 
   Home
   Opinião
   Crítica
   Crônica
   Entrevista
   Reportagem
   Geral
   Artigos & Cia
   Galeria de Fotos
   Edições Anteriores
Em nome do Furo
E o futuro?
A maravilhosa história do pornô moderno

Você está aqui: Home / Crônica / #97
A maravilhosa história do pornô moderno
Em meio a caricias e desejos, algo terrível acontece e acaba mudando a vida do pobre casal para sempre

 Imagem/Rosane Barros
 Thirsty for your love, dancing underneath the skies of lust
Jefferson Aranda Lessa
Era tarde quando ele entrou violentamente pela porta. O impacto da madeira contra a parede foi tão grande que ecoou por algum tempo nos corredores da casa. E lá estava ela, deitada em sua cama, nua, expondo a bela pele cor de marfim, de maneira bastante convidativa.

Quase que com a mesma agressividade, ele avançou sobre ela. O desejo e a intensidade de sua investida eram tão grandes, que logo os dois estavam se olhando fixamente, em união. Pouco a pouco, foram saindo os primeiros gemidos em meio à troca de carícias, que envolviam cada vez mais o casal.

Subitamente, as luzes se apagaram. E a princípio os dois se assustaram, mas era somente uma queda de energia, e nada, absolutamente nada, poderia estragar um momento luminoso como esse. O mundo era pouco para os dois, e cada vez mais era possível ouvir seus exagerados gritos de prazer.

Depois de algum tempo de incessante conexão, ela finalmente se rendeu, e por definitivo, ele a possuiu. Como era de se esperar, lentamente, ele foi ficando exausto, o suor já escorria com mais intensidade pelo seu corpo. Mas ainda não era o suficiente. Ele queria mais e não mediria esforços para conseguir realizar todos os seus desejos junto de sua parceira.

E assim eles continuaram, tirando forças de onde já não restava, para que pudessem por mais alguns minutos, aproveitar o momento de puro êxtase que viviam. Nenhum dos dois queria abdicar dessa sensação, por mais que os corpos já lutassem contra.

Entretanto, em meio à busca infinita por prazer, o casal encontrou desespero. Eles continuavam sua relação amorosa, quando começou a chover. E foi com um raio que se abateu nas proximidades da casa, que ele percebeu que tinha ido longe demais.

Ele olhou para ela, e não viu mais o brilho em sua pele, ela estava imóvel, sem resposta, e quando a última gota de suor frio caiu de sua testa sobre o corpo imóvel de sua parceira foi que ele se tocou de uma mensagem que abalou sua vida para sempre. A parceira parecia ter dito antes de perder seu brilho: “Bateria fraca, iniciando auto-desligamento”.

Comente você também...

Nome: E-mail:

Mensagem

Lembramos que seu comentário será analisado antes de ser postado.

  Últimas Notícias
Opinião
Um dos principais exames do país tem graves f...
Crítica
Muitas vezes assessores de imprensa deixam a ...
Crônica
Sem dizer absolutamente nada, ele demonstra e...
 

  Confira também
Opinião
Um dos principais exames do país tem graves f...
Crítica
Muitas vezes assessores de imprensa deixam a ...
Crônica
Sem dizer absolutamente nada, ele demonstra e...
Infome seu e-mail abaixo
 

+ Topo Home | Contato | Administrador | Sobre o Jornal