Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Literatura | Edição #482 - 18/06/2018

Na boleia para um caminho de esperança

O caminho estreito de um caminhoneiro é de aventuras e desventuras

Laís Rocha
Estudante de Jornalismo

Comentários
 
Greve dos caminhoneiros contra a alta do preço dos combustíveis. Imagem/ Marcelo Camargo/Agência Brasil

Greve dos caminhoneiros contra a alta do preço dos combustíveis. Imagem/ Marcelo Camargo/Agência Brasil

De repente acordamos e tudo está de ponta cabeça, o dia não é dos melhores para muitos cidadãos de bem, algo teve de ser feito, pararam o Brasil. O povo chora, o povo sofre, o povo aceita a injustiça dos governantes, mas a força do caminhoneiro foi mostrada. O anseio em estar longe da família e de casa é agonizante, tem motivo. Colocar o pão de cada dia na mesa, levar o alimento para as grandes metrópoles e passar dias e dias colocando suas vidas em risco, para garantir o sustento e mover a economia.

Esperança é o elemento que viaja sobre rodas, não se resume a boas estradas, nem em valores de combustíveis e pedágios baixos. A esperança dos caminhoneiros não se resume em ter um ganho no qual não seja necessário fazer longas viagens sem dormir. A esperança de um caminhoneiro resume-se em honestidade. Felizmente ainda temos indivíduos justos, que lutam por um Brasil de mais mudanças e menos promessas políticas. Com honestidade as estradas, o combustível e o valor do pedágio serão justos. Com honestidade não haverá espaço para corrupção. Essa é a esperança do caminhoneiro que vivencia aventuras e desventuras, feito nômade na estrada.

Com honestidade não haverá espaço para corrupção; essa é a esperança do caminhoneiro

Quem é que manda no Brasil? O poder dos políticos? Não! Não são eles que mandam! Muitos dizem que os caminhoneiros é que mandam, cidadãos de bem que mostraram verdadeiramente que podem parar o Brasil, e pararam. Nada funciona sem eles e o desabastecimento vai existir. Há uma bela frase dita por Aristóteles: “No fundo de um buraco ou de um poço, acontece descobrir-se as estrelas”. Mas como isso seria possível na estrada da vida? Está no desejo profundo de encontrar uma esperança uma solução para o caos que vivenciamos no país.

As eleições estão chegando! E com isso, perfis de “candidatos bons”, com “promessas tentadoras” para qualquer eleitor.  Lastimável.  A tentativa de mudança começa em pequenas atitudes, que se tornam grandes resultados, de apoio, união, fé e esperança para um futuro da nação. Barreiras sempre existirão, mas não nos esqueçamos do dia que mostraram que o desabastecimento generalizado leva ao caos da vida urbana, que é dependente do caminhoneiro.

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

33.452 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Uma jornalista em eterna formação

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

junho 2018
S T Q Q S S D
« mai   jul »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

galeria de fotos

Mario Quintana George Carlin Mark Twain

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.