Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Literatura | Edição #483 - 28/06/2018

Malabarismo de toques até ter um título

O encaixe perfeito de palavras que pode ser mais difícil do que parece

Gabriela Medrano
Estudante de Jornalismo

Comentários
 

WhatsApp Image 2018-06-26 at 19.16.00Típico dia repleto de compromissos e eu, como sempre, deixando tudo para última hora. Como se não soubesse há uma semana que tinha este texto para publicar.

Que ódio! Mais uma vez estou sem criatividade, a mesma que se esqueceu de aparecer na minha primeira crônica, publicada neste mesmo jornal.

E agora, como rechear as próximas 25 linhas? Já me sentei e me levantei da cadeira umas quatro vezes – e nada. Sem inspiração. Faltam algumas horas e já estou em desespero.

“Preciso de música”, pensei. A sucessão de batidas me levou a alguns recantos da memória, e lá estavam: as lembranças.

Poder me manifestar no Jornal Matéria Prima me fez perceber que amo mais essa profissão a cada dia que passa. Não nego que passei muita raiva quando saía à rua em busca de uma história inédita, mas me confundiam com testemunha de jeová. Também quando misturava os idiomas por causa do longo período em que vivi na Espanha.

A sucessão de batidas me levou a alguns recantos da memória

Mas o pior de tudo foi quando um entrevistado, dessa vez para o Projeto Integrador, não estava no local e na hora combinados (lá na puta que pariu). Pensei: “cadê esse homem?”. Aí, no melhor estilo “O que é um peido pra quem está cagado?”, relaxei e terminei o dia tomando pinga com o caseiro dele.

Amei aquele dia. Disse anteriormente e repito de novo: amo essa profissão.

Mais uma vez veio o gostinho de prazer. Demorou um ano, mas consegui escrever um texto realmente bom e o tão esperado elogio da Rosane. Esse dia fui dormir contente, porque outros dias de entrega de texto já conseguiram arrancar minhas lágrimas. Política não é minha área, por exemplo, e a ideia de desistir já passou constantemente pela minha cabeça – acredito que não só na minha. Quem diria que estaria neste exato momento escrevendo meu último registro no JMP. Até então, minha ficha não estava caindo.

E eu realmente vou sentir saudades dos toques minuciosos, das correções em sala e de conhecer pessoas para registrar um pedacinho da história delas.

Cansativo, estressante. Porem gratificante. Obrigada, Rosane, e obrigada JPM por ceder alguns espaços para que, por meio de linhas e toques, eu pudesse me expressar.

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

31.372 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Sem pátria nem bandeira, súdita da intensidade

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

junho 2018
S T Q Q S S D
« mai   jul »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

galeria de fotos

Mario Quintana Cazuza George Carlin

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.