Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Literatura | Edição #481 - 11/06/2018

Greve, a desculpa mais usada ultimamente

O que para os caminhoneiros era uma luta, para muitos brasileiros não passava de pretexto

Amanda Watanabe
Estudante de Jornalismo

Comentários
 

Esse governo está cada vez mais impossível, gasolina à R$ 4,79? Essa
greve dos caminhoneiros era como uma luz no fim do túnel, muitas pessoas não
sabiam se deveriam confiar. Será que a mudança seria significativa? Ou seria só
mais um barulho, para no fim das contas, não mudar nada.

Trabalhadores reivindicando combustível de qualidade por preço justo,
rodovias decentes, afinal, ficar longe de casa por meses, para mal conseguir
levar comida para a mesa desanima qualquer um.

Estradas trancadas, nenhuma carga passa – com exceção de
medicamentos e outros gêneros necessários. Eita, logo vai acabar a gasolina. O
preço tá um absurdo, mas não dá pra ficar sem. Mesmo com mais de meio
tanque, completei. Inclusive, tenho dois galões em casa de reserva, vai que
acaba.

Vou ter aula? Mas que absurdo, falta empatia dessa faculdade. Vamos
boicotar nas redes sociais pra ver se eles se tocam. Eu, empática que sou, moro
a uma quadra da faculdade, mas e meus colegas que vêm de cidades vizinhas?

E o carro da professora que estava na reserva do combustível? Vão perder
conteúdo por um fator externo? Isso é inadmissível.

Dez dias, mas já? Logo não tem nada no mercado. Sei que o aconselhado é
não estocar comida, mas sabe como é, né? Tenho criança pequena em casa,
não dá pra ficar sem mistura, quem não tem filho não entende.

Enfim, a greve acabou. E quem ficou no prejuízo fomos nós. Malditos
caminhoneiros que se rendem por qualquer merreca. Agora, só porque deram um
desconto temporário no diesel, eles já aceitam?

Quem vai pagar caro por esses dias fomos nós. Vão tirar dinheiro da saúde
e da educação. O preço da gasolina não diminuiu e, inclusive, do transporte
público, aumentou. Além disso, vou ter que repor minhas aulas nos fins de
semana, que treva.

Travou minha vida e de muitos brasileiros por dias, para nada? Esses
caminhoneiros se rendem muito fácil… que vergonha.

Estou atrasada para publicar esse texto, mas estava de greve

Inclusive, estou um pouco atrasada para publicar este texto -
aparentemente o assunto já está quase esquecido, não cobre mais todos os
noticiários – mas é que eu estava em greve.

Imagem / Amanda Watanabe

Imagem / Amanda Watanabe

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

32.117 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Site para exaltar a imagem de uma ex-introvertida que quer ser jornalista.

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

junho 2018
S T Q Q S S D
« mai   jul »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

galeria de fotos

Chico Buarque Cazuza Mario Quintana

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.