Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Economia | Edição #481 - 11/06/2018

Brasil um extenso país e poucos modais

As rodovias brasileiras não deveriam ser o único caminho do progresso

Emanoel Almeida
Estudante de Jornalismo

Comentários
 
Caminhoneiros enfileirados e estacionados sim; inertes não Imagem:  André Borges da Silva / Sarandi – PR

Caminhoneiros enfileirados e estacionados sim; inertes não
Imagem:
André Borges da Silva / Sarandi – PR

Iniciada no dia 21 de maio deste ano a greve dos caminhoneiros, após dez dias, perdeu força. A mudança no discurso do presidente da República Michel Temer, no dia 27 de maio deste ano, atendeu em partes as reivindicações da classe e a paralisação chegou ao fim. O movimento recebeu o apoio de várias categorias. Durante a greve, observou-se as mais diversas situações de prejuízo. E diante do caos, todos estavam à espera de uma solução que parecia estar longe de acontecer.

O que poucos sabem é que o problema de “hoje” começou há muito tempo. Por volta de 1920, o 13º presidente brasileiro, Washington Luís, construiu a primeira rodovia asfaltada do país, a Rio-Petrópolis, o lema era: “Governar é abrir estradas”. Tempos depois, em 1956, o presidente da época bradava; “O Brasil vai crescer 50 anos em cinco”. Com todo respeito ao que Juscelino Kubistchek representa para a história do país, os brasileiros amargam as consequências da prioridade em pavimentar.

        Priorizou-se construir túneis, estradas, e pouco foi investido em transportes ferroviário, hidroviário, portos e, com as trocas de governo, o mesmo erro se repetiu. Hoje, o país está travado. A população segue refém da incapacidade política e gestora do atual presidente, a tal ponto de pedir intervenção militar, sem ao menos saber o que isso significa e quais as consequências desse retrocesso.

A receita com a venda da soja é comprometida em 25% devido ao modal rodoviário      

Outro fator relevante, é o custo logístico do Brasil. Em comparação aos Estados Unidos e a Argentina é muito elevado. O artigo publicado em 2010 por Correa e Ramos, no portal Scielo, aponta que na região centro-oeste, em função das longas distâncias até os portos e a precariedade das estradas, 25% da receita com a venda da soja, fica comprometida por conta do transporte rodoviário inadequado. A cada dois anos o Banco Mundial lança um relatório que avalia a logística de 160 países. Na reportagem publicada no site do jornal O Estado de S. Paulo, o Brasil ocupava o 55º lugar em 2016. A Alemanha ocupa o primeiro lugar na classificação.

       Das rodovias federais pavimentadas e das principais estradas estaduais, 60% são usadas para o movimento de cargas e 90%, para o transporte de passageiros. Uma reportagem publicada no fim do ano passado no site do jornal Gazeta do Povo, citava que dos 106 mil km de rodovias brasileiras avaliadas, o percentual considerado regular, ruim ou péssimo subiu de 58,2% em 2016 para 61,8% em 2017.

Diante desse quadro, a restruturação da mobilidade se faz necessária e fundamental para o equilíbrio econômico e social do País, mas isso só ocorreria a longo prazo. Ao considerar todo transtorno gerado com a greve, os governantes não deveriam voltar os olhares para as dificuldades dos caminhoneiros apenas quando eles se manifestam dessa forma. E sim, atendê-los de forma eficaz e não com medidas superficiais, quanto a proposta inicial de isentar por um ano a cobrança do imposto que menos causa impacto no valor do diesel, as Contribuições de Intervenção no Domínio Econômico (Cide). 

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

31.659 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Autêntico, curioso, criativo e apreciador de boas histórias.

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

junho 2018
S T Q Q S S D
« mai   jul »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

galeria de fotos

Mario Quintana George Carlin Mark Twain

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.