Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #482 | 18/06/2018 - Ano XIX
 
Economia | Edição #481 - 11/06/2018

Brasil um extenso país e poucos modais

As rodovias brasileiras não deveriam ser o único caminho do progresso

Emanoel Almeida
Estudante de Jornalismo

Comentários
 
Caminhoneiros enfileirados e estacionados sim; inertes não Imagem:  André Borges da Silva / Sarandi – PR

Caminhoneiros enfileirados e estacionados sim; inertes não
Imagem:
André Borges da Silva / Sarandi – PR

Iniciada no dia 21 de maio deste ano a greve dos caminhoneiros, após dez dias, perdeu força. A mudança no discurso do presidente da República Michel Temer, no dia 27 de maio deste ano, atendeu em partes as reivindicações da classe e a paralisação chegou ao fim. O movimento recebeu o apoio de várias categorias. Durante a greve, observou-se as mais diversas situações de prejuízo. E diante do caos, todos estavam à espera de uma solução que parecia estar longe de acontecer.

O que poucos sabem é que o problema de “hoje” começou há muito tempo. Por volta de 1920, o 13º presidente brasileiro, Washington Luís, construiu a primeira rodovia asfaltada do país, a Rio-Petrópolis, o lema era: “Governar é abrir estradas”. Tempos depois, em 1956, o presidente da época bradava; “O Brasil vai crescer 50 anos em cinco”. Com todo respeito ao que Juscelino Kubistchek representa para a história do país, os brasileiros amargam as consequências da prioridade em pavimentar.

        Priorizou-se construir túneis, estradas, e pouco foi investido em transportes ferroviário, hidroviário, portos e, com as trocas de governo, o mesmo erro se repetiu. Hoje, o país está travado. A população segue refém da incapacidade política e gestora do atual presidente, a tal ponto de pedir intervenção militar, sem ao menos saber o que isso significa e quais as consequências desse retrocesso.

A receita com a venda da soja é comprometida em 25% devido ao modal rodoviário      

Outro fator relevante, é o custo logístico do Brasil. Em comparação aos Estados Unidos e a Argentina é muito elevado. O artigo publicado em 2010 por Correa e Ramos, no portal Scielo, aponta que na região centro-oeste, em função das longas distâncias até os portos e a precariedade das estradas, 25% da receita com a venda da soja, fica comprometida por conta do transporte rodoviário inadequado. A cada dois anos o Banco Mundial lança um relatório que avalia a logística de 160 países. Na reportagem publicada no site do jornal O Estado de S. Paulo, o Brasil ocupava o 55º lugar em 2016. A Alemanha ocupa o primeiro lugar na classificação.

       Das rodovias federais pavimentadas e das principais estradas estaduais, 60% são usadas para o movimento de cargas e 90%, para o transporte de passageiros. Uma reportagem publicada no fim do ano passado no site do jornal Gazeta do Povo, citava que dos 106 mil km de rodovias brasileiras avaliadas, o percentual considerado regular, ruim ou péssimo subiu de 58,2% em 2016 para 61,8% em 2017.

Diante desse quadro, a restruturação da mobilidade se faz necessária e fundamental para o equilíbrio econômico e social do País, mas isso só ocorreria a longo prazo. Ao considerar todo transtorno gerado com a greve, os governantes não deveriam voltar os olhares para as dificuldades dos caminhoneiros apenas quando eles se manifestam dessa forma. E sim, atendê-los de forma eficaz e não com medidas superficiais, quanto a proposta inicial de isentar por um ano a cobrança do imposto que menos causa impacto no valor do diesel, as Contribuições de Intervenção no Domínio Econômico (Cide). 

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

31.174 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Autêntico, curioso, criativo e apreciador de boas histórias.

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

junho 2018
S T Q Q S S D
« mai    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

galeria de fotos

Chico Buarque George Carlin Cazuza

enquete

É preciso começar a discutir a sexualidade ainda na infância?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.