Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Tecnologia | Edição #480 - 28/05/2018

“Somos a última linha de defesa das nossas empresas”

Igor Remígio, CEO do app Aiqfome, revela experiências no mundo tecnológico

Equipe JMP
edição especial

Comentários
 
(Imagem/ arquivo pessoal)

Igor Remígio, criador do aplicativo Aiqfome
(Imagem/ arquivo pessoal)

A crise econômica, que atinge o país desde 2014, levou muitas pessoas a se tornarem empreendedores para sobreviver ao desemprego. No entanto, com o avanço tecnológico, com lançamentos inovadores tanto em hardwares (parte física) como softwares (programas), os aplicativos para smartphones ganharam notoriedade.

Nesta edição, o Jornal Matéria Prima entrevistou Igor Remígio, 32, atual CEO (Chefe Executivo do Ofício) do Aiqfome, site e aplicativo de pedidos de comida online. Com mais de 300 mil usuários cadastrados, Remígio conta como surgiu a ideia do aplicativo e o investimento necessário para que se atendesse 85 cidades, em 10 estados brasileiros. Ele conta a experiência de ter um produto popular no mercado de aplicativos. Além disso, o jovem CEO expõe a opinião dele sobre a nova forma de empreendedorismo, as Startups, e as terceirizações no “mundo dos apps”.

Uma publicação recente, feita pela revista Exame, sobre a lucratividade de empresas brasileiras no ramo tecnológico, afirma que: “ é comum encontrar empresários inseguros com a terceirização do desenvolvimento de softwares, preocupados com os métodos de trabalho e, principalmente, com a organização dos projetos”. Como surgiu a ideia da criação do aplicativo Aiqfome?

Minha esposa é a idealizadora do Aiqfome. Ela viu esse tipo de site [markplace de delivery] nos Estados Unidos e trouxe a ideia para o Brasil em 2008, muito antes, inclusive, de qualquer outro player. Porém, o negócio era muito adiantado para a época. O timing não estava legal, pois boa parte dos restaurantes usavam internet discada. Lembra dessa época? Como sabíamos desde o começo que éramos uma empresa de tecnologia, contratamos um programador e, em seguida demos um pedaço da empresa para ele [programador]. Na nossa visão, é importante manter toda a tecnologia in-house.

Tenho uma visão mais pessimista com a cultura de empreendedorismo atual

Como a própria reportagem diz, há pessoas que se sentem inseguras ao investirem, principalmente no ramo tecnológico. Você, como atual CEO do Aiqfome, como foi o processo de introdução no mercado dessa área?

Não tivemos grandes dificuldades, se não o custo de desenvolvimento que, no início, era muito. É importante também desenvolver só as ferramentas principais e colocar o negócio para rodar. Vejo muitos aplicativos que [os desenvolvedores] demoram para lançar, pois investem dinheiro demais em ferramentas que os usuários, no início, não vão usar. Quanto mais simples as primeiras versões, melhor.

A revista Exame publicou que apenas no ano de 2017 o mercado em desenvolvimento de outsourcing (terceirização) movimentou US$ 3,5 bilhões no mundo. Como é o funcionamento das empresas de terceirização no ramo alimentício?

Não posso falar muito de terceirização, pois todo nosso aplicativo foi desenvolvido, testado e aprimorado internamente. Inclusive acredito ser um erro, empresas de tecnologia terceirizarem seu maior ativo [a tecnologia]. O que posso acrescentar nesse tópico é que os restaurantes terceirizam a entrega e costumam ter problemas de logística, pois perdem o controle da operação.

Quais foram as inovações utilizadas no aplicativo, para diferenciar de outros que já estão no mercado (IFood, HelloFood, entre outros)?

Somos diferentes em tudo. Se comparar com outros players, nosso marketing é local, com linguagem do nosso público universitário, jovem e cheio de “memes”. Respondemos todos os comentários em páginas do Facebook, Instagram, Twitter e qualquer outro canal de comunicação com nossos usuários. Suporte é outra coisa que levamos a sério. O Aiqfome é o único aplicativo do segmento com chat online em tempo real para os usuários (que chamamos carinhosamente de fominhas), e para os restaurantes parceiros. Apesar de uma equipe de produto e de desenvolvimento enxuta, nosso aplicativo está entre os “TOP 10 apps” na categoria Comer e Beber da Playstore [serviço de distribuição de aplicativos operado pela Google], e somos, de longe, o mais bem avaliado.

Com a crise econômica, jovens partem para uma solução de emprego: se tornarem empresários com Startups. Quais são os benefícios que essa forma de empreendedorismo tem trazido para os jovens empreendedores?

Tenho uma visão mais pessimista com a cultura de empreendedorismo atual. Parece que, atualmente, empreender se tornou algo “legal”. Mas, para os CEOs, diretores e diretoras que estão lendo agora, vocês sabem o quão desafiador, solitário e difícil é tocar um negócio. Somos a última linha de defesa das nossas empresas. Ou seja, quando dá errado, a responsabilidade para arrumar a situação é nossa. Eu e minha esposa sentimos essa responsabilidade diariamente, mas amamos o que fazemos, e isso é o mais importante. Meu conselho para quem quer empreender é: paciência, trabalhe até seus olhos sangrarem, coma pressão, adversidade e problemas no café da manhã e, talvez, tenha alguma chance de construir algo significativo. Ah, e fuja de conselhos de gurus, empreendedores de palco.

Produzido pelas estudantes Isabella Soares, Láiza Maciel e Mariana Belleze, na disciplina Técnicas de Reportagem e Entrevista I.

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

33.155 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Notícias

 

Calendário

maio 2018
S T Q Q S S D
« abr   jun »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

galeria de fotos

Cazuza Chico Buarque George Carlin

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.