Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Crítica de Mídia | Edição #479 - 21/05/2018

O padrão de beleza imposto pela mídia

O problema pessoal e social que vem perseguindo as mulheres há tempos

Bruna Araujo
Estudante de Jornalismo

Comentários
 
A beleza de cada pessoa é diferente e é necessário respeitar/ Imagem: Pixabay

A beleza de cada pessoa é diferente e é necessário respeitar/ Imagem: Pixabay

O poder de persuasão da mídia, incluindo aí a imprensa, é algo indiscutível, capaz de modificar comportamentos a partir do momento que impõe modelos, levando indivíduos que não se encaixam no perfil imposto a não se sentirem aceitos pelo restante do grupo.

Há exemplos em revistas e sites que estampam mulheres com corpos esculturais, peles sedosas, brilhantes, cabelos perfeitos e sem uma ruga sequer. Mas com toda a tecnologia atual, sabe-se que grande parte das imagens publicadas passam por inúmeros tratamentos “de Photoshop”, conferindo status de “real” a uma beleza que não existe.

Como consequência disso, mulheres reais buscam alcançar a beleza fake e se encaixar nesses grupos por diferentes métodos. Pesquisa publicada recentemente pelo portal UOL apresentou que de quatro em 10 mulheres aplicam efeitos nas fotos que postam nas redes sociais.

Toda essa aspiração leva, principalmente as mulheres, a uma luta constante com a balança, sujeitando-se a dietas malucas que revistas e sites dizem ser “milagrosas”, e até mesmo cirurgias plásticas perigosas e desnecessárias.

Cada pessoa tem sua beleza diferente

Quem ganha com isso é a indústria e o mercado da beleza, que criam métodos e produtos para que as pessoas tentem alcançar o impossível. E a busca incessante das mulheres por esse objetivo leva a outro grande problema. Alimentar o consumismo é algo não só complexo economicamente, mas também prejudicial à saúde mental de cada um, afinal a maioria da população brasileira é de classe média a baixa, segundo o artigo Aspectos psicológicos da Mulher na busca da beleza, publicado pela Universidade de São Paulo (USP). As pessoas se sentem cada vez mais excluídas por não terem acesso aos métodos disponibilizados e, consequentemente, ao padrão imposto, quase inacessível.

O problema, obviamente, está na sociedade e na mídia. Nas pessoas, por não terem a confiança necessária de se aceitar, e na mídia, por conseguir sempre impor novos padrões de beleza. Cada indivíduo tem uma beleza diferente e um jeito de ser e é necessário respeitar isso. Dessa forma, sociedade teria menos problemas de autoconfiança e autoestima.

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

32.898 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

"It's not worth diving into dreams and forget to live" (Dumbledore)

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

maio 2018
S T Q Q S S D
« abr   jun »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

galeria de fotos

Chico Buarque Cazuza George Carlin

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.