Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #479 | 21/05/2018 - Ano XIX
 
Economia | Edição #478 - 14/05/2018

O desafio econômico do próximo presidente

A perspectiva nacional é complicada e são necessárias muitas mudanças

João Henrique Belli
Estudante de Jornalismo

Comentários
 

A eleição se aproxima, o clima de tensão e expectativa paira sobre a mente do povo brasileiro e entre tantas paixões políticas é importante uma análise fria sobre o que irá encontrar o novo presidente. Esse é o grande objetivo desta crônica, deixar claro todo o cenário econômico que espera o novo chefe de Estado.

O maior problema a ser encarado é o rombo nas contas públicas. O Brasil arrecada menos do que gasta. Para se ter uma ideia, o déficit  em 2017 foi de R$ 124 bilhões segundo o Tesouro Nacional, ou seja, mesmo com os altos impostos, todo ano existe um rombo nas contas do Estado. Nesse caso não existe mágica, ou paga a conta ou continua se endividando.

Só há uma maneira de resolver essa situação: cortando gastos. É possível até pensar em aumentar impostos, porém o imposto no Brasil já é alto, aumentá-lo sufocaria ainda mais a população. Sendo assim, gostando ou não, o próximo presidente terá a necessidade de diminuir o gasto público e, principalmente, reformar a Previdência. São pautas impopulares mas necessárias. Se o governo continuar empurrando reformas com a barriga, a longo prazo o país quebra.  Outro fato a ser olhado com atenção é o resto do mundo.

Atualmente todas as economias acabam interligadas e pelo fato de o Brasil ser subdesenvolvido e acabar dependendo fortemente do cenário exterior. Olhando mundo afora existem dois fatores que atualmente podem afetar a situação brasileira. O primeiro deles é o crescimento na China, a principal compradora de nossos commodities, segundo a Organização Mundial do Comércio.  O banco de investimento Suíço UBS elevou a previsão do crescimento chinês para 6,6%, o que para o Brasil é excelente, pois quem cresce tende a consumir. Mas nem tudo são boas notícias. O Banco Central americano tem elevado a taxa de juros constantemente. Foram três altas em 2017 e uma em 2018, porém o que o juro americano tem a ver com o Brasil? Lembre-se tudo está interligado.

A alta dos juros no Tio Sam leva investidores a tirar dinheiro de outros países e aplicar em títulos americanos, afinal a rentabilidade está maior e o dólar é uma moeda extremamente confiável que dificilmente perde valor. Com a alta demanda por dólar o preço dispara e prejudica muito países, inclusive o Brasil.

Essa fuga de capital pressiona países com moeda fraca a subir os juros, de modo a convencer o investidor que é mais lucrativo estacionar o capital no título de sua moeda, no caso o Real. Para entender o tamanho do impacto dessa alta é só olhar a Argentina. Nossos companheiros elevaram a taxa de juros a 40% segundo a Trading Economics, o problema é que mesmo assim o peso continuou a desvalorizar, deixando o governo Macri no vermelho. O Brasil também viu o Real desvalorizar, embora o Banco Central não tenha visto necessidade de intervir na Selic (taxa básica de juros). O que fica claro é que o Banco Central brasileiro vai ter trabalho em caso de nova alta de juros americana.

Todo esse cenário deve ser encarado pelo próximo presidente. Vai ser um trabalho duro e impopular que requer extrema coragem. Se normalmente o chefe de Estado usa da demagogia e do populismo para ganhar apoio, dessa vez é necessário que seja diferente. O País necessita de um presidente que corte gastos, desregule a economia, facilite o empreendedorismo e principalmente, que não medo do livre mercado. Só assim haverá esperança.

A necessidade de se entender o valor do dinheiro                                       imagem / Pixabay

A necessidade de se entender o valor do dinheiro. imagem / Pixabay

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

31.024 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Um eterno desconfiado dos inteligentes bem resolvidos

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

maio 2018
S T Q Q S S D
« abr    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

galeria de fotos

Mario Quintana Cazuza Mark Twain

enquete

Você consome produtos sem o selo de inspeção sanitária?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.