Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Economia | Edição #478 - 14/05/2018

O desafio econômico do próximo presidente

A perspectiva nacional é complicada e são necessárias muitas mudanças

João Henrique Belli
Estudante de Jornalismo

Comentários
 

A eleição se aproxima, o clima de tensão e expectativa paira sobre a mente do povo brasileiro e entre tantas paixões políticas é importante uma análise fria sobre o que irá encontrar o novo presidente. Esse é o grande objetivo desta crônica, deixar claro todo o cenário econômico que espera o novo chefe de Estado.

O maior problema a ser encarado é o rombo nas contas públicas. O Brasil arrecada menos do que gasta. Para se ter uma ideia, o déficit  em 2017 foi de R$ 124 bilhões segundo o Tesouro Nacional, ou seja, mesmo com os altos impostos, todo ano existe um rombo nas contas do Estado. Nesse caso não existe mágica, ou paga a conta ou continua se endividando.

Só há uma maneira de resolver essa situação: cortando gastos. É possível até pensar em aumentar impostos, porém o imposto no Brasil já é alto, aumentá-lo sufocaria ainda mais a população. Sendo assim, gostando ou não, o próximo presidente terá a necessidade de diminuir o gasto público e, principalmente, reformar a Previdência. São pautas impopulares mas necessárias. Se o governo continuar empurrando reformas com a barriga, a longo prazo o país quebra.  Outro fato a ser olhado com atenção é o resto do mundo.

Atualmente todas as economias acabam interligadas e pelo fato de o Brasil ser subdesenvolvido e acabar dependendo fortemente do cenário exterior. Olhando mundo afora existem dois fatores que atualmente podem afetar a situação brasileira. O primeiro deles é o crescimento na China, a principal compradora de nossos commodities, segundo a Organização Mundial do Comércio.  O banco de investimento Suíço UBS elevou a previsão do crescimento chinês para 6,6%, o que para o Brasil é excelente, pois quem cresce tende a consumir. Mas nem tudo são boas notícias. O Banco Central americano tem elevado a taxa de juros constantemente. Foram três altas em 2017 e uma em 2018, porém o que o juro americano tem a ver com o Brasil? Lembre-se tudo está interligado.

A alta dos juros no Tio Sam leva investidores a tirar dinheiro de outros países e aplicar em títulos americanos, afinal a rentabilidade está maior e o dólar é uma moeda extremamente confiável que dificilmente perde valor. Com a alta demanda por dólar o preço dispara e prejudica muito países, inclusive o Brasil.

Essa fuga de capital pressiona países com moeda fraca a subir os juros, de modo a convencer o investidor que é mais lucrativo estacionar o capital no título de sua moeda, no caso o Real. Para entender o tamanho do impacto dessa alta é só olhar a Argentina. Nossos companheiros elevaram a taxa de juros a 40% segundo a Trading Economics, o problema é que mesmo assim o peso continuou a desvalorizar, deixando o governo Macri no vermelho. O Brasil também viu o Real desvalorizar, embora o Banco Central não tenha visto necessidade de intervir na Selic (taxa básica de juros). O que fica claro é que o Banco Central brasileiro vai ter trabalho em caso de nova alta de juros americana.

Todo esse cenário deve ser encarado pelo próximo presidente. Vai ser um trabalho duro e impopular que requer extrema coragem. Se normalmente o chefe de Estado usa da demagogia e do populismo para ganhar apoio, dessa vez é necessário que seja diferente. O País necessita de um presidente que corte gastos, desregule a economia, facilite o empreendedorismo e principalmente, que não medo do livre mercado. Só assim haverá esperança.

A necessidade de se entender o valor do dinheiro                                       imagem / Pixabay

A necessidade de se entender o valor do dinheiro. imagem / Pixabay

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

32.102 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Um eterno desconfiado dos inteligentes bem resolvidos

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

maio 2018
S T Q Q S S D
« abr   jun »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

galeria de fotos

Chico Buarque Mario Quintana Cazuza

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.