Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #474 | 16/04/2018 - Ano XIX
 
Literatura | Edição #474 - 16/04/2018

Entre viver e existir, fico com o último

O dilema em mostrar ser quem não é a faz agir de forma inoportuna

Eduardo Domingos
Estudante de Jornalismo

Comentários
 

 

IMAGEM / PIXABAY

IMAGEM / PIXABAY

Enrolada nos devaneios da mente insólita que a habita, o dilema diário em mostrar-se socialmente o que não é, a faz agir de forma inoportuna e às vezes ríspida com os mais íntimos. Não preciso que me digam como agir, dizia, sou crescida o suficiente para dar crédito a opiniões contrárias. Um simples “bom dia”, era motivo de aborrecimentos, pois ela não fazia questão em ser educada a tal ponto. O término recente com o namorado piorou ainda mais o humor “inesperado” dela. De quem seria a culpa?

No trabalho, contrariada com uma decisão que não concordara e que hierarquicamente não a cabia refutar, tomou a atitude extrema em demitir um subalterno simplesmente para aliviar a tensão e, novamente, se sentir numa posição confortável em relação ao outro. Mais tarde, começou a questionar consigo o por que de a dedicação profissional que ela julgava ter, não a fazia conquistar a tão sonhada promoção. Mais uma vez, de quem seria a culpa?

A amiga logo atendeu o pedido, porém o trabalho não pôde mais ser entregue

Ao chegar em casa, notou que o trabalho da faculdade que ela estava adiando há um mês, estava no dia da entrega. Sem pensar duas vezes, mandou uma mensagem para a única amiga da classe lhe pedindo um imenso favor. A orientou a mentir para a professora que não estaria na aula no dia, devido à filha ter se acidentado e ela estar no hospital impossibilitada de pensar em qualquer outra circunstância. A amiga logo atendeu o pedido, porém o trabalho não pôde mais ser entregue devido a professora ter descoberto toda a verdade. É, diferente do que ela havia pensado, a famosa frase: “A mentira tem pernas curtas”, se mostrou mais eficiente.

Novamente, de quem seria a culpa?

Passado um tempo, ela recebeu a péssima notícia de que a dedicação que ela jurava ter no trabalho tinha sido em vão. Foi demitida no momento em que menos esperava e que mais precisava do dinheiro para arcar com as contas da casa. Na faculdade, ficou retida no penúltimo semestre.

Droga, logo agora que estava quase terminando o curso! Esbravejou.

Perdurou alguns dias sem saber muito bem qual rumo tomar na vida. Irracionalmente, decidiu entrar no banheiro olhar para o espelho e perguntar-se:

De quem é a culpa?

 

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

30.700 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Estimo uma boa leitura acompanhada de um café meio amargo, ao som de um vinil de Jazz no toca-discos do meu quarto. Outrossim, admirador do universo vintage.

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

abril 2018
S T Q Q S S D
« dez    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

galeria de fotos

Mark Twain George Carlin Cazuza

enquete

Seus direitos como cidadão estão mais protegidos com o trabalho do Observatório Social em Maringá?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.