Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Política | Edição #474 - 16/04/2018

A simbologia por trás da prisão de Lula

A detenção do ex-presidente é mais do que apenas um marco histórico

Weverton Klein
Estudante de Jornalismo

Comentários
 

IMG_20180415_122250_826Quinze horas após o Supremo Tribunal Federal (STF) negar o pedido de habeas corpus feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o juiz federal Sérgio Moro expediu o mandado de prisão. A partir desse momento, Lula se tornaria o primeiro ex-chefe de Estado a ser preso no Brasil. Fato consumado na noite de 7 de abril. A prisão de Lula, porém, representa muito mais do que apenas um marco histórico. É simbólica.

A princípio, num campo visionário, satisfaz a ideia de uma Justiça igualitária, disposta a julgar todos. Porém, a utopia resiste até o momento em que dono de helicóptero apreendido com cocaína é promovido a diretor da CBF. Mas os que ainda acreditam numa lei para todos, não o fazem errado. O erro parte daqueles que politizam as pautas que julgam.

A politização, aliás, tão presente nos dias atuais, é a ferramenta essencial para que a prisão de Lula ganhe tanta simbologia. Num lado, a crença de que o mal está sendo extirpado. Noutro, que um salvador está sendo novamente crucificado. Ambas partes, porém, estão equivocadas.

É prejudicial crer que a prisão de Lula traz um fim à corrupção

É prejudicial crer que a prisão de Lula traz um fim à corrupção e por isso acomodar-se diante do cenário atual. Nesse momento, é essencial desenraizar o antipetismo introduzido na sociedade e compreender que a corrupção não é pertencente a um único partido. E mais ainda, que o ódio a uma ideologia não produza show de horrores em casa de prostituição, com direito a promessa de cerveja grátis pela morte de alguém. Ou tampouco que permitam a impunidade de quem incita um “manda esse lixo janela abaixo”.

De outro modo, é prejudicial acreditar que apenas Lula conseguiria trazer o respaldo que as camadas sociais mais pobres tanto necessitam. É fato que o petista é hoje o maior símbolo que os progressistas construíram no país e que representa o momento mais virtuoso em termos de justiça social do Brasil, porém, num momento de tanto desgaste à imagem dele, é preciso abrir caminho para que novas lideranças floresçam.

 

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

31.372 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Resumindo, basicamente isso.

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

abril 2018
S T Q Q S S D
« dez   mai »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

galeria de fotos

Mario Quintana Mark Twain Cazuza

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.