Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #482 | 18/06/2018 - Ano XIX
 
Literatura | Edição #472 - 29/12/2017

Qualquer um pode salvar o dia de alguém

Mesmo quando o café não está tão bom, elogia, e ganha um larga sorriso

Allan Cavalcanti
Estudante de Jornalismo

Comentários
 

O despertador toca. São cinco horas da manhã. Motivado pela vontade de fazer o bem, levanta da cama e diz: “hoje é um novo dia”. Toma um café da manhã reforçado, pega sua bolsa, confere se tudo está lá dentro e sai para o trabalho. No carro, toca sua música favorita, ” Come Together”, um clássico dos Beatles.

No caminho, uma pausa para o café. Todos os dias, ele para na lanchonete de uma simpática senhora, e mesmo quando o café não está tão bom, elogia, e arranca um largo sorriso da dona do lugar, que há tempos era movimentado.

Como o café já estava pronto, nesse dia, ele estava bem adiantado. No caminho, um carro parado na rua. Do lado de fora, um homem estava desesperado, do lado de dentro, uma mulher e duas crianças. Ele encosta o carro e oferece ajuda. Eles conversaram bastante e alguns minutos depois, tudo estava resolvido. O homem não sabia como agradecer. Então o chamou para beber alguma coisa um dia desses.

Já no estacionamento perto do seu trabalho, entrega algumas moedas para o guardador de carros, que o agradece. Naquele trânsito caótico, avista uma senhora com sacolas e com dificuldade para atravessar a rua. Sem pensar muito, ele a ajuda. Ela, muito agradecida, lhe entrega uma fruta e lhe da um beijo no rosto.

No trabalho, coloca sua fantasia, sobe no ponto mais alto do prédio, pega seus equipamentos e pula. Várias crianças correm para a janela com os olhos brilhando, para olhar o Homem-Aranha limpar os vidros do hospital.

 Levanta da cama e diz: “hoje é um novo dia”.

Ao voltar para casa, busca seu filho na escola, que de uma forma muito empolgada, conta : Pai, nós assistimos Liga da Justiça hoje. Eles são incríveis. Poxa, eu queria ter superpoderes, para salvar o dia de todas as pessoas”.

” Filho, olhe aquele homem com um chapéu engraçado. Ele está bem triste. Mas veja só.”

-Ei amigo, que chapéu legal. Ficou ótimo em você.”

- Viu só? Como ele ficou feliz. Nós não precisamos ter superpoderes para salvar o dia de alguém. Gestos simples têm um grande poder para isso.”

- Uau pai.”Imagem/ Allan Cavalcanti

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

31.174 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Audaciosamente indo aonde nenhum homem jamais esteve.

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov   abr »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

galeria de fotos

George Carlin Mario Quintana Cazuza

enquete

É preciso começar a discutir a sexualidade ainda na infância?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.