Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #482 | 18/06/2018 - Ano XIX
 
Cultura / Literatura | Edição #472 - 29/12/2017

Exorcismo escrito em prol da liberdade

Nem sempre as vozes que escutamos dentro de nossa cabeça são nossas

Giulia Cordeiro
Estudante de Jornalismo

Comentários
 
Afogados no emaranhado de pensamentos ansiosos. O mostro julgador nunca nos abandona. (Imagem/ Giulia Cordeiro)

Afogados no emaranhado de pensamentos ansiosos. O monstro julgador nunca nos abandona. (Imagem/ Giulia Cordeiro)

1, 2, 3, 4, 5, 6…

Inspira, expira. 1, 2, 3, 4, 5, 6… Meu Deus, falta meia hora para eu bater meu ponto. Preciso correr. 1,2,3,4,5… Cadê aquela calça? Nossa verdade, ela tá furada. Mas que merda. 1, 2, 3, 4… Mais um alarme? Nossa eu tenho que entregar essa crônica hoje. Que horas eu vou fazer isso? Meu Deus do céu. 1, 2, 3… Tá. Preciso pensar em outra roupa que dê pra usar sem ser com aquela calça. Preciso costurar aquela calça. É a única que combina com tudo. Deixa eu ver aqui. Esta aqui não, muito colorida. Esta aqui é muito estampada. Nossa vou ter que usar esta, não tem outra limpa.. Nossa, minhas calcinhas. Eu esqueci de lavar. Vou ter que ir sem. Meu Deus, eu não posso esquecer de lavar assim que chegar em casa. 1,2…

Eu sou uma inútil mesmo (…) e nunca vou vencer na vida.

Nossa, que tontura, que dor de cabeça. Parece que tem um martelo batendo com toda força. Preciso esperar um pouco pra pegar o carro. Respira, respira. 1… Nossa mas eu vou me atrasar. Meu Deus eu sou uma inútil mesmo. Eu nunca lembro de nada. Eu nunca vou vencer na vida. Nossa mas porque eu me julgo tanto? Eu não devia ser tão carrasca assim comigo, eu não sou normal. Eu devia voltar a tomar meus ansiolíticos e antidepressivos. Aliás, eu devia procurar um psiquiatra de novo. Não pera, psiquiatra é caro e eu não tenho esse dinheiro. Nossa mas a vida é uma merda mesmo. A gente tem que passar a vida trabalhando, perdendo a saúde por causa disso, pra poder pagar os médicos pra recuperar essa saúde perdida. É, a vida não tem nenhum sentido. Qualquer sentido. De novo eu tô me sentindo um lixo. Só pode ser a minha depressão. Eu nunca me curei de verdade… CALMA!

Calma garota. Não escuta os seus próprios pensamentos. Parece loucura né? Como assim não escutar os próprios pensamentos? Mas isso é o que resolve ultimamente. Simplesmente fechar os olhos e ignorar os demônios dentro de mim que gritam nos meus ouvidos.

“Você é um lixo. Você é inútil. Você nunca vai vencer na vida. Você é uma perdedora, não adianta fazer nada. Desista!” Do outro lado outros gritam “Como você pode se tratar mal assim? Você é doente? Você precisa se tratar garota, você só pode estar ficando louca!”.

A cobrança não acaba. Da sociedade e minha própria. Quem sabe pondo pra fora com palavras escritas, eu não me livre, apenas pelo tempo de escrever esse texto, da dureza e confusão de existir na ansiedade do ser.

Discussão e comentários »

Um comentário | Deixe seu comentário

Sandra disse:

A vida é simples, querida, o problema é que priorizamos o que não tem prioridade e encontramos dificuldade para descartar, não apenas roupas, sapatos e bolsas que não usamos mais, mas os pensamentos supérfluos, sem pé nem cabeça, que só atrapalham, nos diminuem e inviabilizam para ser quem realmente somos, isto é, a pessoa importante, ímpar, sem cópia no mundo inteiro, que tem defeitos e qualidades porque ainda é humana, não Anjo, mas que vale tudo o que sabe e o que questiona também. Meditar é preciso, 10 minutos por dia, limpar a mente assim como se toma banho porque higiene mental é tão importante quanto a corporal, e nela se inclui não apenas pensar e arbitrar mas sobretudo refletir se vale a pena se cansar tanto por tão pouco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

31.174 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Inconstantemente intensa, espirituosamente inteligente, determinadamente explosiva.

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov   abr »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

galeria de fotos

Chico Buarque Mark Twain Mario Quintana

enquete

É preciso começar a discutir a sexualidade ainda na infância?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.