Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #472 | 29/12/2017 - Ano XVIII
 
Literatura | Edição #472 - 29/12/2017

Eles chegaram… o que resta da humanidade?

Enquanto bradamos confusos e incompreendidos, levam-nos em silêncio

Adevanir Rezende
Estudante de Jornalismo

Comentários
 

Terça-feira, dia acinzentado, 14h27, e o feriado amanhã não terá recesso. Nenhum grande escândalo, outra reprise na televisão, futebol só amanhã, contas do mês já pagas, nem as filas têm graça. Mais um dia sem graça. Até que…

Sinfonia de vibração de celulares, começou live, a vinheta do plantão na TV, a notícia “vem de zap”. Um ser extraterrestre foi capturado, em forma humana.

O coro é intenso e direto: “Precisamos lutar! Estamos sendo invadidos! Tomam nossos corpos e invadem nossas casas, destroem nossa família e fé!”

Seria verdade? Finalmente, depois de tantos filmes, a invasão alienígena pela qual vale lutar. Finalmente,os povos se unirão pelo mundo!

Já tem lista no BuzzFeed com cinco dicas para identificar um invasor, a Record anuncia o fim do mundo, no SBT ainda pensam que é o Ivo Holanda que foi pego, e Galvão Bueno e o Neto se uniram para o grande discurso motivacional, Ana Furtado já no aeroporto esperando o chamado.

Nas ruas, algazarra e gritaria. Alguns agora tem motivo para usar aquela arma de numeração raspada e marcham com a bandeira do Brasil enquanto culpam os comunistas. Movimentos sociais fazem intervenções em espaços públicos, com cirandas e performances. Sindicatos ainda não decidiram o que fazer pois faltou quórum na assembleia. O transporte público continua lento.

Com o feriado no meio da semana, ninguém sabia como mobilizar o Congresso. Quais seriam as medidas num caso desses? Existiria precedentes? Do Itamaraty proclama uma voz envelhecida de boca torta e vazia que diz a única coisa que já sabíamos: não sabemos o que fazer.

O presidente ainda não apareceu e o acusam de ser um dos invasores, o que não seria novidade. Polícia e militares na dúvida se atiram ou perguntam primeiro, quem sabe uma participação nos lucros do que pode aparecer.

Enquanto isso, as redes sociais são uma arena para tentar definir o campeão que representará a Humanidade. Montagens com os ETs sendo difamados são várias, na mesma proporção de heróis com frases feitas e fundo da flâmula do Brasil.

Bandeira branca numa grande nave anuncia que foi tudo uma confusão. “A gente só queria visitar um primo em Varginha e comer um pão de queijo, perdão pelo vacilo galáctico”, declaram.

Acordei agora, ainda não sei se bebi demais, foi um pesadelo ou aconteceu mesmo. Na dúvida, melhor fazer uma fezinha e depois busco conhecimento.

uai

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

29.441 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Curioso pela vida como ela é e pode ser e os momentos dela que se perderão como lágrimas na chuva

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

galeria de fotos

Cazuza Mario Quintana Chico Buarque

enquete

Você gostou do Jornal Matéria Prima em 2017?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2017 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.