Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #470 | 10/11/2017 - Ano XVIII
 
Cidade | Edição #470 - 10/11/2017

Simpatia de Norma é o que atrai a clientela

Feirante há mais de 30 anos, a produtora sabe como encantar visitantes

Edição Especial
Projeto Integrador 2017

Comentários
 
Norma Sasaki e ao fundo a barraca que é o sustento da família (Imagem/Mariana Belleze)

Norma Sasaki e ao fundo a barraca que é o sustento da família
(Imagem/Mariana Belleze)

Norma Watanabe Sasaki, 51, é descendente de japoneses e vende muito mais do que legumes, verduras e miniprocessados na Feira do Produtor de Maringá. Ela também oferece aos clientes a simpatia, o bom humor e, principalmente, a lábia de uma boa feirante. Norma conhece bem o segredo das vendas e já está no ramo há mais de 30 anos.

A feirante nasceu em Cianorte (distante quase 80 km), mas mudou-se para Maringá quando tinha 8 anos. A feira ajudou Norma até no casamento. Ela lembra que conheceu o marido em uma festa aos 18 anos por causa de um amigo feirante que os dois tinham em comum.

Quando se casou, Norma começou a trabalhar na feira porque era tradição da família do marido. A família Sasaki está há mais de 50 anos no ramo. “Já estamos na quarta geração. Era do meu sogro, está com meu marido e agora está também com meu genro”, explica a feirante, que ainda é a dona da barraca, mas pretende passar o posto para o genro e a filha e realizar o sonho de conhecer o Japão.

Quando o assunto é sobre o que ela mais gosta de fazer nos momentos em que não está na barraca, Norma é enfática e diz que gosta de ficar com a neta de sete meses. Ela também realiza trabalhos manuais, como bordado. “Mas só para lazer”, garante.

A feirante destaca que nesses 30 anos a Feira do Produtor mudou bastante, principalmente o freguês. “Hoje não vendo para quem tem dinheiro. Hoje vendo para as trabalhadoras. Para aquelas que trabalham e querem chegar em casa e fazer uma janta rápida”, afirma.

Tudo que a gente tem hoje é graças à feira. E queremos que ela sempre melhore

Entre as 3 mil e 5 mil pessoas que passam diariamente pela Feira do Produtor, Norma garante que já fez muitos amigos. “Tem cliente que vinha pequeninho e hoje traz o filho para a feira e me chama pelo nome. Já fui até em casamento de cliente”, conta ela.

Norma diz que nunca pensou em ser algo além de feirante. “A gente tem um carinho especial. Tudo que a gente tem hoje é graças à feira. E queremos que ela sempre melhore.”

Porém a feirante afirma que os governantes não incentivam o produtor rural, o que pode levar à redução no número de agricultores e tornar as verduras mais caras. “A gente tem a chácara e eles [governantes] estão tentando implantar o IPTU progressivo. O produtor não tem com como pagar plantando alface, salsinha e cebolinha”, salienta ela.

A feirante na chácara onde cultiva as verduras e legumes (Imagem/Mariana Belleze)

A feirante na chácara onde cultiva as verduras e legumes
(Imagem/Mariana Belleze)

Produzido pelos estudantes Mariana Belleze e Murillo Saldanha, na disciplina Narrativas Jornalísticas

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

28.750 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Notícias

 

Calendário

novembro 2017
S T Q Q S S D
« out    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

galeria de fotos

Chico Buarque Mark Twain George Carlin

enquete

A Feira do Produtor é importante para Maringá?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2016 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.