Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #471 | 20/11/2017 - Ano XVIII
 
Cidade | Edição #471 - 20/11/2017

Projeto de oração nas casas muda vidas

Sextas-feiras de oração ajudam pessoas espiritualmente e socialmente

Janaína Lopes
Estudante de Jornalismo

Comentários
 

Em um evento de oração que acorreu em 2015, uma dupla de amigos que trabalhava neste evento, sentiu a necessidade de fazer mais pela comunidade de Paranavaí [74 km de Maringá]. Foi aí que Elison Godoi, 29, estudante de Direito, estagiário, e o amigo Rodolfo Santos, 23, tiveram a ideia de criar um grupo de oração, todas as sextas-feiras nas casas de diferentes pessoas, chamado Deixa Maria Entrar. “É união, como uma troca ir somando o que cada um tem, e no final de tudo tirar proveito para a comunidade”,explica Elison. O motivo para que o grupo se reúna  as sextas-feiras, conta o coordenador: “é por conta do que acontece nos  finais de semana, principalmente com os jovens, com os quais maiores números de  festas e acidentes” explica. O projeto já chegou a reunir 60 pessoas em uma sexta-feira.

Um dia de muitas bençãos e glória. É muito boa [a reunião] mesmo.

A cada casa oferecida para o grupo, as famílias e os participantes que frequentam, esperam com expectativa o projeto. É o caso da moradora do Jardim Canaã  Adicléia Rodrigues, 40, empregada doméstica. “Eu fui uma vez e gostei muito. É muito tocante, então pedi para fazer [a reunião] na minha casa” declara. É uma sexta-feira diferente, onde todos podem fazer novos laços de amizade e aprofundar em questões espirituais. “Um dia de muitas bençãos e glória. É muito boa [a reunião] mesmo” completa Adicléia.

Outra integrante do projeto Cibele Fagundes, 40, pedagoga e dona de loja, diz que o projeto tem grande importância, pelas vidas que são transformadas. Ela se refere às pessoas que viviam desregradamente, e após viver uma experiência profunda de oração, se voltam pra Deus “e é isso que aconteceu comigo”, relata Cibele, sobre a experiência de quando participou de um acampamento de igreja.

Junto ao grupo surgiu a ideia de realizarem ações sociais, como arrecadar brinquedos e roupas para as crianças no Natal e o Sopão, marmitas feitas pelos próprios integrantes do projeto para alimentar pessoas carentes. “As crianças chegavam em mim dizendo que não tinham comido nada o dia inteiro”, conta Cibele, ao se referir a distribuição das quentinhas.

“ Quando íamos rezar nas casas, a gente via a necessidade de fazer algo diferente, que as pessoas tivessem a sensação de que Deus lembrava delas, e que um desconhecido poderia fazer algo diferente”, recorda Elison Godoi.

IMAGEM/SOLANGE DINIZ

IMAGEM/SOLANGE DINIZ

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

29.048 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

"Assumindo o meu lugar. Venham as nações." (Hugo Santos)

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

novembro 2017
S T Q Q S S D
« out    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

galeria de fotos

Cazuza Mario Quintana Mark Twain

enquete

Na moda, você trocaria uma grife por um artigo produzido de forma sustentável?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2017 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.