Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #470 | 10/11/2017 - Ano XVIII
 
Cidade | Edição #470 - 10/11/2017

Juvenil aposta no domínio dos orgânicos

Produtos sem agrotóxicos são os mais requisitado na Feira do Produtor

Edição Especial
Projeto Integrador 2017

Comentários
 
Juvenil em sua barraca onde só é comercializado produtos orgânicos (Imagem/ Gabriel Trevisan)

Juvenil em sua barraca onde só é comercializado produtos orgânicos (Imagem/ Gabriel Trevisan)

O Brasil é um grande potencializador na produção de orgânicos, que requerem cuidado e paciência. Na Feira do Produtor de Maringá, o feirante Juvenil da Silva Meireles, 63 anos, tem uma barraca de produtos orgânicos há 27 anos. Mora em uma chácara em Marialva, 16 km de distância, que divide com mais dois irmãos. Casado há 14 anos com Maria, 53 anos, tem uma filha de 11 anos, Maísa.

Juvenil trabalhava com plantio de café na propriedade da Família Meireles. Hoje, com o próprio negócio, acorda as 6h30, toma café e leva a filha Maísa ao colégio. De lá vai para o mercado descarregar o caminhão com parte da produção e seguir para a feira.

Os locais que comercializam produtos orgânicos são escassos em Maringá. O feirante e mais algumas pessoas foram até a prefeitura pedir a instalação de uma feira focada apenas em orgânicos, porque não havia espaço suficiente para esses produtores. O pedido foi aceito. Hoje a Feira de Orgânicos funciona em frente a Prefeitura de Maringá e vai completar um ano. Ele comemora: “Sou quase o fundador”.

Vai mudar, vai ser tudo mais moderno, eu acredito

Juvenil diz que se via “mais jovem” antes de mexer com a lavoura. Em 2003, descobriu um câncer, a médica o desenganou por duas vezes e o desaconselhou a continuar mexendo com a plantação, que ainda não era ôrganica, por estar exposto aos agrotóxicos. Religioso como é, fez o tratamento correto, passou a trabalhar com orgânicos e já está vivendo há 14 anos sem a doença.

Juvenil atua como feirante na Feira do Produtor de Maringá há 27anos (Imagem/ Gabriel Trevisan)

Juvenil atua como feirante na Feira do Produtor de Maringá há 27anos (Imagem/ Gabriel Trevisan)

Ele revela que não vai passar a barraca para outra geração da família, já que tem apenas uma filha, que sonha ser médica. Sobre como imagina que vai estar no futuro e se a barraca vai continuar no mesmo lugar, responde: “Não, a tecnologia está aí, a gente tem que mudar. Vai mudar, vai ser tudo mais moderno, eu acredito”, referindo-se à praticidade que serão os próximos tempos para os produtores.

Juvenil cuida com muito zelo da plantação. “As verduras são seres vivos.” O feirante diz que não é fácil produzir orgânicos e devolve a pergunta, seguida por uma gargalhada: “É fácil ser jornalista?”. Confiante sobre o que faz, diz que “o orgânico vai dominar ainda”.

 

Produzido pelos estudantes Janaína Lopes e Gabriel Trevisan, na disciplina Narrativas Jornalísticas

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

28.750 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Notícias

 

Calendário

novembro 2017
S T Q Q S S D
« out    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

galeria de fotos

Chico Buarque George Carlin Mark Twain

enquete

A Feira do Produtor é importante para Maringá?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2016 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.