Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Cidade | Edição #467 - 23/10/2017

Ceramista ensina crianças a fazer arte

Silvia Sanches oferece aulas semanais na Oficina Cerâmica Cotidiano

Adevanir Rezende
Estudante de Jornalismo

Comentários
 

Silvia Sanches, 46 anos, formada em Letras, seguiu por outros caminhos e desde 2006, é ceramista. Contudo, juntando as duas atividades, em 2013 começou a ministrar aulas de cerâmicas para crianças no mesmo ateliê em que trabalha, localizado na avenida Cerro Azul, Zona 2, região central de Maringá.

Com um hobby por aquarelas, encontrou a cerâmica com uma professora e, desde então, Silvia demonstra paixão por produzir e conhecer mais sobre uma arte cheia de particularidades e que, agora, é a principal atividade dela. “A cerâmica é temperamental”, declara.

Em 2013, começou com as aulas para as crianças. Segundo ela, a motivação é o perfil das crianças que “não têm barreira” para o aprendizado e o experimento. “Plantar uma semente para as crianças crescerem com outro olhar para o mundo”, reflete Silvia.

As aulas acompanham todo o processo de produção de uma peça, do conhecimento do material até a última queima e esmaltação. Além da parte prática, há também um trabalho de pré-produção, que torna o aprendizado lúdico e multidisciplinar. “Com o tema Frida Kahlo, ficamos dois meses em pesquisa e estudo”, explica. Por fim, cada criança produziu um “amigo imaginário” inspirado pelas cores e técnicas. A logomarca da oficina é originada desse trabalho.

Do projeto à peça pronta para exposição; Antonela tem 7 anos (Foto: Adevanir Rezende)

Do projeto à peça pronta para exposição; Antonela tem 7 anos (Foto: Adevanir Rezende)

Considerando todas as etapas de planejamento e produção, mesclam-se conteúdos de desenho, matemática, química, física, história e literatura, em alinhamento à correntes como a Pedagogia Waldorf, que é fundamentada em integrar, de forma holística, o desenvolvimento físico, espiritual, intelectual e artístico.. Silvia discute o espaço que o ensino mais lúdico ainda luta para conquistar e ainda se prende a formas antigas. “Uma criança hoje em dia estuda do mesmo jeito que a minha avó estudava, sentada numa carteira respondendo perguntas”, critica.

“Aplicam conhecimentos da escola para a cerâmica, além de desenvolver a percepção e coordenação. Fazer pesquisas, conhecer arte, vai além de simplesmente fazer a cerâmica”, é o que diz Valéria Calderelli, que tem duas filhas participando da oficina há 3 anos.  Para outra mãe, Aletheia Sartorelli, em relação a filha de 7 anos, nota que “a paciência melhorou. Entender o processo de criação da peça é importante para saber esperar o resultado final”, declara.

É admirável as crianças que ficam aqui, estimulando a paciência

As crianças produzem pensando e criando, a partir de desenhos feitos por elas e, a partir disso, Silvia orienta as etapas do planejamento. Um trabalho longo até o resultado final e, por isso, “é de tirar o chapéu as crianças que ficam aqui, estimulando a paciência”, conclui. Uma das histórias contadas é de uma aluna que decidiu fazer um colar no formato de coração de presente de aniversário para a melhor amiga. Silvia conta que “apesar da vergonha inicial pelo embrulho menor, no fim todo mundo admirou o trabalho. Esse sentimento de realização e reconhecimento é importante para ela e também para mim”.

As turmas são abertas para, no máximo, sete crianças, sem períodos fixos. Há uma exposição anual, sempre temática, e as crianças ficam com as peças produzidas. “O aprendizado delas é a maior recompensa”, confessa Silvia.

Um dia de aula com a mão na massa para produzir as peças (Arquivo: Oficina Cerâmica Cotidiano)

Um dia de aula com a mão na massa para produzir as peças (Arquivo: Oficina Cerâmica Cotidiano)

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

37.068 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Em certos momentos, as palavras e a poesia são ato de resistência; para informar, inspirar e compartilhar

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

outubro 2017
S T Q Q S S D
« set   nov »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

galeria de fotos

Cazuza Mario Quintana George Carlin

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.