Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #470 | 10/11/2017 - Ano XVIII
 
Literatura | Edição #466 - 16/10/2017

As promessas falsas que recebemos todos os dias

Por alguns minutos, quis acreditar que dessa vez ia ser diferente

Láiza Maciel
Estudante de Jornalismo

Comentários
 

(Imagem / Láiza Maciel)Depois de muitos anos trabalhando na  mesma empresa, recebi uma proposta impossível de ser recusada. Eu estava havia 15 anos vivendo uma rotina cansativa, não tinha prazer nas matérias que produzia. O meu antigo chefe sempre dizia, “lembre-se: notícias ruins na primeira página, esqueça essas bobagens sobre a vida.”

Sou um escritor e tanto, cobiçado por muitos jornais e editoras. Minha grande paixão é escrever sobre a vida, sobre as idas e vindas, desencontros e reencontros, amores não correspondidos, alegrias, tristezas e emoções. Os meus textos são motivadores,  gosto de ver as pessoas repousando sobre cada palavra ali escrita, se identificando e se colocando nas minhas histórias.

É preciso informar, só que, mais do que isso, é preciso dar esperança ao povo brasileiro

Por ironia do destino, isso não dava dinheiro para o meu chefe.Tinha que escrever sobre coisas ruins, narrar acidentes, falar sobre jovens que perderam a  vida, conversar com assassinos, noticiar que mais uma vez a verba da merenda escolar foi desviada, que os hospitais estão sem remédios, teve mais um ataque terrorista,  e depois de tudo isso ainda defender os políticos. Enfim,  estava cansado de tanta hipocrisia, cansado dessa mesmice.

Sou mais um jornalista no meio da multidão, levando para os leitores a triste notícia que o desemprego não diminui (eu via o desespero no olhar de cada pai desempregado durante as entrevistas). No outro dia mais notícias ruins, os nossos representantes madrugaram na Câmara e aprovaram uma lei que os beneficia. Quando não é isso, tem a  reforma trabalhista, tiroteio na Rocinha, grávida baleada na barriga, crianças queimadas numa creche em Minas.

Será que só eu que estou ficando louco, que só eu acho excessivo ter milhares de jornais escrevendo e narrando notícias ruins todos os dias? É preciso informar, só que, mais do que isso, é preciso dar esperança ao povo brasileiro. Não estou sugerindo “tapar o sol com a peneira”, só quero meia página do jornal para publicar textos que as pessoas possam desfrutar e acreditar.

Hoje é o meu primeiro dia no meu novo emprego. Meu chefe me prometeu aquela página no jornal. Estava crente que dessa vez iria ser diferente e, finalmente, iria poder me dedicar aos assuntos que realmente gosto. Porém, quando sentei à minha nova mesa, havia um bloco de notas amarelo, sinalizado com caneta de cor vermelha.

- Preciso que você escreva sobre a reforma política, naquela meia página que havia lhe prometido. 

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

28.750 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Aproveitando cada segundo antes que isso aqui vire uma tragédia.

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

outubro 2017
S T Q Q S S D
« set   nov »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

galeria de fotos

Mario Quintana Cazuza Chico Buarque

enquete

A Feira do Produtor é importante para Maringá?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2016 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.