Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #470 | 10/11/2017 - Ano XVIII
 
Literatura | Edição #461 - 11/09/2017

Sejam bem-vindos à rotina do assédio

Nenhuma água com sabão vai limpar a sujeira dessa sociedade machista

Marieli Rossi
Estudante de Jornalismo

Comentários
 

Fui acordada cedo, como sempre. A vi rezar, tomar seu café puro e começar o dia dentro de um ônibus. A vi chegar no trabalho, seguir todo um ritual diário e sair exausta no fim do expediente.

(Imagem/Pixabay)

(Imagem/Pixabay)

Para você que ficou confuso meu nome é Rotina e a acompanho todos os dias. Enquanto faz as coisas que sempre faz, fico feliz que meu trabalho esteja okay.

Porém, nessas idas e vindas de casa para o trabalho e do trabalho para casa, a vi, como mulher, ser assediada. Não uma, nem duas, nem três, mas sempre. Filho saudável do patriarcado. Mas não vi isso só com ela, e sim, com todas as mulheres. E como já acompanhei coisas assim tantas e tantas vezes, se tornou ROTINA.

Porém, eu, a Rotininha de cada dia e minha fiel companheira, somos fortes e não ligamos para os olhares masculinos. Nosso foco é ganhar a vida. Nosso foco é sobreviver ou a sociedade nos engole. Mas sempre esperamos o respeito, e esse raramente vem. Já os primos distantes do Respeito, aqueles que conhecemos como Assédio e a Violação, esses sim, vem em enxurrada.

Essa rotina do assédio sexual que cada mulher sofre causa danos irreversíveis

Mas voltando a falar de mim, a acompanhei voltando do trabalho como sempre. Ela, sentada em seu último ônibus antes de chegar em casa, me cutuca e grita: “Vou atrapalhar seu trabalho, fui violada”. E quando olho para ela, um ser vivo, talvez não tão humano, ejacula em seu pescoço.

Me viraram de cabeça para baixo e posso confessar, adorei. Pois há muito tempo trabalho tapando os olhos de mulheres falando: “Foca em seu trabalho, não liga, não, os homens são assim mesmo”. E me vejo errando.

Essa rotina do assédio sexual que cada mulher sofre causa danos irreversíveis e nenhuma água com sabão vai limpar a sujeira dessa sociedade machista.

Eu, com meu trabalho, cruzei também com outro homem. Esse, dessa vez usou um argumento péssimo para um juiz, para inocentar o ser que não contém seus impulsos sexuais. Não há o que glorificar na Rotina da mulher que luta todos os dias. Vamos dar “vivas” à Rotina do assédio, pois revelá-la cresce cada dia mais.

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

28.750 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Sol em câncer, lua em touro e ascendente em aquário.

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

setembro 2017
S T Q Q S S D
« dez   out »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

galeria de fotos

Cazuza Mark Twain Mario Quintana

enquete

A Feira do Produtor é importante para Maringá?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2016 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.