Literatura | Edição #462 - 18/09/2017

A sua realidade não são suas mentiras

É por medo, para chamar atenção, quem você quer impressionar?

Láiza Maciel
Estudante de Jornalismo

(Imagem/Pixabay/Domínio Público)

(Imagem/Pixabay/Domínio Público)

Você mente tanto que se tornou verdade, tornou-se rotina. Você se engana, se ilude. Você perde horas elaborando uma mentira, vive tentando enganar alguém, enquanto engana a si própria. O problema é que você se perde, esquece o que diz, confunde uma mentira com a outra e quando vê, tropeçou. Caiu, é pega novamente em uma mentira mirabolante.

Quem é você, menina?  Qual é o seu problema?  O que você quer? Aonde quer chegar com tudo isso? Não me engane, eu sei tudo. Eu sou a própria mentira, sou suas desculpas esfarrapadas, eu sei e sinto que você precisa de ajuda. Me ouve, eu não sou um recurso criado para te ajudar, não sou sua melhor amiga, nem a sua melhor verdade. Me deixa cair no desuso.

Será que você não vê, não percebe que as pessoas estão se afastando? O que sai da sua boca são palavras sujas e podres, me tire desse teu discurso. Eu, mentira, me cansei de mentir. Como você não se cansa?

Lembre-se: o que você fala é mentira ou são meias verdades

Você precisa acreditar ser outra pessoa, é um vício. Precisa viver em um mundo de fantasias. Precisa perder sua integridade e a veracidade nas suas palavras. Pare de fugir da sua realidade, você já tem tudo que quer e precisa.

Ninguém mais acredita em você. Está tudo desabando e você ainda continua mentindo. Por que, menina? É por medo, para chamar atenção, quem você quer impressionar? Vai, me diz, eu só quero te ajudar. Mentir não te traz confiança, muito menos segurança, não vai te ajudar nas suas conquistas. Entenda, isso não pode ser a sua realidade.

Menina, mentir pode se tornar uma doença, é pecado. Não me alimente, não incentive as suas fantasias. Seja você mesma, não tenha medo de mostrar que você também erra. Não esconda quem é você, não se envergonhe, prefira a verdade ao invés da mentira.

Ame-se, aceite-se. Valorize as pessoas, se valorize menina. Não seja desonesta consigo mesma e nem com os outros. Não tente ganhar contando mentiras, você só perde. Não se gabe com os seus argumentos, não se orgulhe dos detalhes. O que está esperando, no final todo mundo te abandona. Lembre-se: o que você fala é mentira ou são meias verdades.


Artigo impresso de Jornal Matéria Prima:
http://www.jornalmateriaprima.com.br

Endereço para o artigo:
http://www.jornalmateriaprima.com.br/2017/09/a-sua-realidade-nao-sao-suas-mentiras/

© 2017 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.