Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Educação | Edição #459 - 21/11/2016

Troca de curso é comum entre brasileiros

Muitos universitários sentem-se inseguros em relação à escolha e optam por transferência

Kamilla Yohanna
Estudante de Jornalismo

Comentários
 
Bruna Balbino no laboratório de Fisioterapia na Unicesumar (Imagem/ Arquivo pessoal)

Bruna Balbino no laboratório de Fisioterapia na Unicesumar
(Imagem/ Arquivo pessoal)

A escolha da profissão é um grande passo para o estudante, pois é a construção de um projeto de vida. Alguns, mesmo depois da escolha, voltam atrás e mudam de curso. Essa mudança, muitas vezes é radical, sem contar que custa tempo e dinheiro. Em 2012, no Brasil, de 73 mil alunos que entraram na faculdade pela primeira vez, 6.684 mudaram de curso, segundo dados da Direção Geral de Estatística de Educação e Ciência (DGEEC).

Para Bruna Balbino, 22 anos, que mudou de Arquitetura para Fisioterapia, no Centro Universitário Cesumar (Unicesumar), a falta de preparação do ensino médio para o ensino superior é um dos motivos para a indecisão do universitário. “A falta de preparação é obvia. Muitos não possuem renda financeira para suprir a defasagem do ensino público e acabam por optar por cursos baratos, até mesmo técnicos”, explica. Isso resulta na escolha equivocada do estudante. “Acabam não fazendo algo que realmente têm afinidade.”

Para a universitária Fernanda Cortez, 20 anos, que fazia Fisioterapia e atualmente estuda Ciências Biológicas, a desinformação contribui para a incerteza do estudante ao escolher qual faculdade irá fazer. “Ciências Biológicas sempre foi minha primeira opção. Mas, o que pesou muito na minha escolha é que não sabia as áreas na biologia que poderia trabalhar e pensei que iria ganhar pouco. Eu tava indecisa e acabei colocando Fisioterapia, porque também gostava bastante da área da saúde”, explica.

Depois de um ano e meio em Fisioterapia, ela resolveu mudar e hoje sente-se feliz. “Tive problemas com o Fies [Fundo de Financiamento Estudantil] e em relação às notas, mas não me arrependo da escolha e não tenho a intenção de mudar tão cedo.”

Desinformação contribui para a incerteza do estudante ao escolher qual faculdade irá fazer

Os pais também influenciam nas escolhas do estudante, sobretudo quando refere-se à carreira e futuro. Barbara Correa, 19 anos, foi influenciada pela família e equivocou-se na escolha. Ela fez dois anos de Nutrição e resolveu mudar para Educação Física, na Unicesumar. “Não me identifiquei com curso, não fazia por mim, e sim porque meus pais gostavam. No começo, quando mudei de curso, meus pais acharam ruim”, desabafa.

Além dela, outros estudantes também recebem críticas ao mudar de curso. É o caso da Renata Dos Santos Carvalho Biatto, 19 anos, que desistiu de Estética no último ano para fazer Pedagogia. “Recebi críticas por estar no último ano da faculdade e só tinha mais um ano pela frente. Mas também fui apoiada por fazer pedagogia”, diz.

Apesar de perder tempo e dinheiro, a estudante Bruna Balbino considera importante encontrar o curso certo. “Acho valida a troca de curso até achar algo que realmente gosta. No meu caso se tivesse continuado a fazer Arquitetura, provavelmente seria uma profissional frustrada que não trabalharia na área.”

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

32.898 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Notícias

 

Calendário

novembro 2016
S T Q Q S S D
« out   dez »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

galeria de fotos

Chico Buarque Mark Twain Cazuza

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.