Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Cidade | Edição #455 - 24/10/2016

De funcionário para microempreendedor

No Jardim Dias, região norte de Maringá, jovem acredita nos seus sonhos e se torna um microempreendedor individual

Rodrigo Lucas
Aluno de Jornalismo

Comentários
 
Jovem que acreditou n os próprios sonhos e chegou onde queria

Jovem que acreditou n os próprios sonhos e chegou onde queria

O Microempreendedor Individual (MEI) foi criado no Brasil para que os trabalhadores informais possam atuar dentro da legalidade e, também, para provar que o trabalho formal pode ser mais rentável do que o trabalho informal. Foi criado a partir de primeiro de julho de 2009 e, segundo o Sebrae, em cinco anos de vigência, o programa formalizou mais de 4,1 milhões de brasileiros que hoje atuam no mercado com o Cadastro Nacional de Pessoal Jurídica (CNPJ) e tem acesso aos recursos previdenciários.

Em Maringá, é o caso de Luiz Felipe Faria Honório, 26, empresário, que atua no ramo de ar condicionado automotivo e é morador do Jardim Dias, região norte de Maringá. Ele conta que sempre teve o sonho de abrir a própria empresa. “Comecei só com a vontade, depois entrei com a mão na massa. Desde meus 15 anos de idade sempre trabalhei nessa área. Quando mudei para Maringá, comecei a ajudar as pessoas aqui no bairro. Quebrava um ar e lá estava eu no auxílio, era sempre assim”, diz Honório.

O jovem empreendedor conta que, no início, quando resolveu abrir a empresa, enfrentou dificuldades, pois o custo base na época era alto e os riscos de não dar certo eram evidentes. “Fui no peito e na coragem, consegui guardar um dinheirinho e finalmente consegui abrir a minha própria empresa no bairro. Não foi fácil, muitas pessoas me diziam para eu tirar isso da cabeça, porque os trâmites para se abrir uma empresa seriam difíceis”, relata.

“As pessoas , quando me viam, desconfiavam do meu trabalho, chegaram até a dizer que eu era jovem demais para atuar como empresário, mas em nenhum momento pensei em desistir  porque realmente era aquilo que eu queria para a minha vida”, explica Honório. Ele conta que para que um jovem se dê bem como microempreendedor é preciso ter muita força de vontade e, acima de tudo, pensar que a empresa está a serviço dos outros. “Não adianta pensar que vai ficar rico, porque para isso o cara tem que ralar muito”, brinca. ” Hoje digo que é preciso ter uma especialização para que você seja diferenciado no mercado, e procurar um ramo que te dê prazer”, ensina.

Hoje é preciso ter uma especialização e procurar um ramo que te dê prazer

Segundo Welington Monteiro Perdomo, 30, consultor do Sebrae Noroeste, a chamada retração no mercado econômico provoca um fenômeno no empreendedorismo. As pessoas passam a empreender mais por necessidade do que por oportunidade. “Elas veem no MEI uma forma de fugir da crise, às vezes perdem o emprego não conseguindo se recolocar no mercado ou até mesmo por opção de não voltar ao mercado de trabalho formal, elas escolhem iniciar seu próprio negócio, e o microempreendedor individual é a saída, os números de formalização aumentam ano após ano na região”, explica Welington.

De acordo com o mestre em Administração Fábio Oliveira Vaz, 37,  o aumento da procura do MEI pelos jovens se dá devido ao crescimento da prestação de serviço. “Hoje os jovens veem na microempresa uma chance de se obter um ganho extra. Para iniciar um engajamento empreendedor, você não terá um custo exorbitante caso a empresa não dê lucro. Você tem facilidade de adesão e sem altos custos para o fechamento [da empresa]. Isso para quem deseja adentrar ao mercado de trabalho e quer estar legalizado com todos os benefícios é uma grande vantagem”, explica.

Fábio Vaz ressalta a importância de pesquisar o mercado. “Eu sempre indico aos jovens que queiram abrir a sua primeira empresa, que optem por uma microempresa, porque a melhor forma de se aprender hoje é a praticar.”

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

34.673 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Notícias

 

Calendário

outubro 2016
S T Q Q S S D
« set   nov »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

galeria de fotos

Chico Buarque Mario Quintana Mark Twain

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.