Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Tecnologia | Edição #448 - 05/09/2016

Celular afeta relacionamentos sociais

Uso do aparelho compromete a compreensão durante um diálogo e casos graves de dependência podem ser considerados doença

Heloisa Fernanda
Estudante de Jornalismo

Comentários
 
Uso do celular compromete relacionamentos

(Imagem/pixabay)

Com o desenvolvimento da tecnologia, surgem celulares cada vez mais potentes, que proporcionam comodidade e conforto. Pode-se acessar a internet e conversar com pessoas que estão distantes em qualquer lugar a qualquer momento, mas e quando o uso do celular se torna um fator prejudicial à comunicação “cara a cara”?

Ao andar pelas ruas, é possível observar centenas de pessoas andando e olhando para a tela do celular. Nem se dão ao trabalho de olhar para frente ou para os lados. Não conseguem mais ver o que está acontecendo à volta, pois ao mesmo tempo em que estão tão perto de outras pessoas, distanciam-se.

Em eventos sociais, as pessoas mal se comunicam e quando estão em casa, cada membro da família também está mexendo no próprio celular. Outro problema é que até crianças já estão dependentes do celular e em vez de brincar e interagir com outras crianças, preferem jogos virtuais que, consequentemente, contribuem para que mal se comuniquem com os pais.

A ausência do celular em uma conversa gera maior proximidade e compreensão

A Universidade de Essex, na Inglaterra, realizou um experimento com 74 pessoas em duplas, algumas duplas com celular e outras sem. O estudo concluiu que a ausência do celular em uma conversa gera maior proximidade e compreensão. Isso acontece porque o aparelho distrai e não permite que se preste muita atenção ao que as pessoas à volta estão dizendo.

Há casos em que a pessoa atinge uma dependência digital tão grave, que podem ser considerados doença.  O psicólogo Cristiano Nabuco publicou no blog que mantém no UOL que a nomofobia é o medo de ficar sem celular e tem sintomas como “incapacidade de desligar o telefone, ficar continuadamente preocupado com a duração da bateria, mostrar-se incomodado de ir a lugares onde o telefone celular não funciona corretamente ou sentir-se mal quando o telefone estiver sem sinal”, entre outros problemas.

É claro que o celular e o uso da internet são muito importantes, pois oferecem informação sobre tudo o que acontece no mundo em tempo real, permite que pessoas conversem com outras que estão longe, além de inúmeras outras utilidades. O problema não é o celular em si, mas o uso sem limites, pois tudo em excesso faz mal. As pessoas devem aprender a deixar o celular de lado e usá-lo com moderação, pois só assim poderão viver intensamente cada momento das próprias vidas.

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

33.155 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Notícias

 

Calendário

setembro 2016
S T Q Q S S D
« ago   out »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

galeria de fotos

Mark Twain Cazuza Mario Quintana

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.