Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Política | Edição #447 - 29/08/2016

Engajamento jovem revela desorganização

O corpo juvenil maringaense mostra forte politização, mas os próprios jovens observam a necessidade de estruturação

Christian Presa
Aluno de Jornalismo

Comentários
 

Protesto juvenil na Esplanada dos Ministérios, em Brasília
(Imagem/Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

A participação do jovem na política é inegável. De acordo com pesquisa do Supremo Tribunal Federal, 33,8% do eleitorado maringaense é composto por jovens de 16 a 24 anos. Analisar a forma que essa faixa-etária enxerga o assunto é, portanto, fundamental para a compreensão da estrutura política contemporânea.

Será que o jovem maringaense é político de forma consciente? Houve avanço? Há muito o que se conquistar? Para Adevanir de Paulo Rezende Filho, de 21 anos, aluno de Economia da Universidade Estadual de Maringá (UEM) e professor pré-vestibular, a possibilidade de esclarecimento político gerou engajamento, mas que nem sempre é realizado da melhor forma. “Ele [o jovem] quer ser [mais consciente]. Se ele o é, já é uma questão mais complicada”, declara.

Não é ‘pessoas querem e fazem’. Elas precisam se organizar para fazer acontecer

Segundo ele, há uma polarização na discussão sobre política que não beneficia ninguém. “Nem sempre é A ou B. A gente está numa situação mais cinzenta para se discutir, e esse espaço para discussão infelizmente ainda não existe da melhor forma.” Rezende Filho destaca que as organizações dentro das universidades possibilitam a abertura do espaço para debate e militância, mas é preciso organizá-las e “essa organização ainda falta na juventude atual”.

A professora e graduanda de História da UEM Bárbara Valente de Deus Duarte, de 23 anos, vê o cenário de forma mais branda e promissora e coloca o jovem como bem mais consciente do que antes. “A gente vê isso até mesmo dentro da universidade. De uns dois anos para cá estão surgindo muitos grupos de estudos, o pessoal está sempre organizando passeatas, manifestações, lutando pelas suas ideias.” Para ela, esse efeito mudou a forma como os próprios políticos enxergam os jovens e estão buscando contato mais direto com essa faixa-etária. Bárbara ressalta ainda o poder da internet e das redes sociais nesse processo. “Acho que essa facilidade de encontrar temas e argumentos relacionados à política tem feito com que o jovem se interesse e se engaje mais”, diz.

O mesmo advento, apesar dos benefícios citados acima, é visto de outra ótica por Carolina de Freitas Souza, estudante de Artes Visuais da UEM, de 18 anos. “A gente tem que ter muito cuidado com aquele ditado do ‘se está na internet é verdade’. Não é assim.” Apesar do alerta, Carolina enfatiza a importância da pluralidade de opiniões na internet no progresso do engajamento dos jovens. “O jovem hoje tem acesso a tanta informação que acaba sendo mais maleável a novas ideias. Por isso é importante rodas de conversas para cada um mostrar o seu lado e a partir disso conseguir crescer politicamente.”

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

33.244 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Contraditório, genioso e genuíno.

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

agosto 2016
S T Q Q S S D
« jun   set »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

galeria de fotos

Mario Quintana Cazuza Mark Twain

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.