Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Cidade | Edição #444 - 27/06/2016

Marmitex Voluntário leva dignidade à porta do HC

Entidade independente produz e distribui refeições todos os dias para quem acompanha pacientes na luta contra o câncer

Christian Presa
Aluno de Jornalismo

Comentários
 
Grupo de voluntárias trabalhando na produção das marmitas

Grupo de voluntárias trabalhando na produção das marmitas (Imagem/Christian Presa)

O projeto “Marmitex Voluntário”, da Entidade Ecumênica de Amor ao Próximo, é independente e existe desde 2007. Em 2014 foi transformado oficialmente em instituição e a atividade consiste em cozinhar, montar e distribuir marmitas para os acompanhantes dos pacientes internados no Hospital do Câncer de Maringá bem como aos que não ficam internados. São servidas refeições para jantar de segunda a sexta, almoço e jantar no sábado e almoço no domingo.

Em conversa com o Jornal Matéria Prima, o presidente da entidade, professor aposentado Joaquim Antônio de Oliveira, destaca a importância da divisão de tarefas na realização do projeto. “Cada um fica responsável para assumir alguma coisa e não ficar muito acumulado para uma pessoa só resolver”, diz. Segundo ele, a entidade começou com poucos voluntários e hoje tem uma equipe com mais de 500 pessoas, divididas entre a produção e entrega das marmitas e a doação de alimentos. “A gente [também] considera como voluntário quem doa a carne, o arroz, o feijão, as verduras e os legumes para preparar uma alimentação saudável para que eles [os acompanhantes] tenham uma vida saudável também.”

Oliveira conta que muitos voluntários procuram a casa por ter uma experiência próxima com a doença. “Boa parte daqueles que estão ali [no projeto] tiveram familiares com câncer, então muitos estão movidos por isso.” Sobre a sensação de participar de um projeto como esse, Joaquim é categórico: “eu fico muito orgulhoso”. Segundo o professor, a gratidão das pessoas faz todo o trabalho valer a pena. “Nós não podemos curar, mas podemos dar o conforto para que ele se sinta mais feliz”, declara.

Não podemos curar, mas podemos dar o conforto e fazer as pessoas mais felizes

Mesmo se tratando de um projeto independente, o resultado é reconhecido pelo Hospital do Câncer. “Esse é um projeto social e voluntário que auxilia os familiares que as vezes não têm dinheiro para alimentação”, diz Marcela Moura Basaglia, gerente de atendimento ao público. No entanto, ela reforça que o hospital é muito responsável no fornecimento do alimento para os pacientes.

O assessor de imprensa da Secretaria de Saúde, Allan Andrade, reforça o impacto do projeto na rotina das pessoas. “Essa assistência auxilia, e muito, no bem-estar do acompanhante que, na maioria das vezes, não sabe ao certo quando voltará para casa”, diz. Andrade ressalta a melhora na logística principalmente dos acompanhantes e pacientes de cidades vizinhas.

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

37.239 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Contraditório, genioso e genuíno.

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

junho 2016
S T Q Q S S D
« mai   ago »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

galeria de fotos

Mario Quintana Mark Twain Cazuza

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.