Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Crítica de Mídia | Edição #442 - 13/06/2016

Cobertura parcial a gente vê por aqui

O jornalista tem o dever de noticiar a verdade, mas há casos no Brasil, como o jornalismo da Globo que não é imparcial

Ellen Caroline Corrêa
Estudante de Jornalismo

Comentários
 

Imagem / Reprodução

A ética jornalística trata sobre a conduta desejável do profissional. Dentre alguns aspectos, o jornalismo deve informar com imparcialidade a população e mostrar os dois lados da mesma moeda. Mas muitas vezes não é o que acontece.

A mídia tem o dever de ser imparcial, mas escolhas e convicções próprias influenciam no resultado desse trabalho. Mesmo não intencional, ao noticiar algo o jornalista deixa de ser imparcial. Ao escrever um texto, o jornalista escolhe as palavras para colocar no papel. Ao tirar uma foto, o repórter fotográfico decide o que enquadrar e quais fotografias são as melhores para o jornal. O problema é quando os meios de comunicação deixam de noticiar algo de interesse público visando o próprio interesse, o lucro e a audiência.

Como formador de opinião, o verdadeiro jornalismo está virando um balcão de negócios e a notícia é a mercadoria. E o que vai ficar será o preço ou valor?

Hoje, a Rede Globo é considerada como a emissora de maior audiência do país. Em crítica publicada pelo jornal The New York Times sobre a TV Globo, a colunista Vanessa Barbara destaca que a emissora é manipuladora. Não é neutra e nem imparcial. Mas além da Globo toda a grande imprensa brasileira se destaca pela parcialidade.

Captura de Tela (545)O interessante é que as pessoas estão acordando para a realidade, ou seja, de uma grande imprensa brasileira parcial. Um caso que repercutiu nas redes foi a da atriz Leandra Real e muitos apoiaram a decisão dela. A atriz questionou o canal Globo News em seu Twitter pela falta de cobertura das manifestações pró-governo. E também se referiu à cobertura que o canal fez em tempo integral no dia 13 de março sobre as manifestações contra a presidente afastada Dilma Rousseff.

O jornalista trabalha com fatos e informar a verdade é o certo a fazer

Como produtor da notícia, o jornalista trabalha com fatos e informar com credibilidade é o certo a fazer. Mas resta saber qual será o próximo passo do jornalismo: continuar escondendo a falsa imparcialidade ou lutar pela liberdade de imprensa.

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

37.126 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Apaixonada por gatos e café, amante da escrita, procurando histórias para contar.

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

junho 2016
S T Q Q S S D
« mai   ago »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

galeria de fotos

Chico Buarque George Carlin Mario Quintana

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.