Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Cidade | Edição #435 - 25/04/2016

Cantor alfineta: “sertanejo tem que saber cantar”

Wesley Ribeiro veio para Maringá em busca de reconhecimento e fez do Jardim Pinheiros um segundo lar

Adelson Jaques
Estudante de Jornalismo

Comentários
 
O sertanejo Wesley Ribeiro já tem nove músicas gravadas (Imagem/Lenni Santos)

O sertanejo Wesley Ribeiro já tem nove músicas gravadas
(Imagem/Lenni Santos)

Wesley Gomes Ribeiro ganhou o primeiro violão aos 6 anos. Isso foi lá em Astorga, município da região (distante 35 km), terra de Chitãozinho e Xororó. Mal sabia ele que 20 anos depois estaria desembarcando em Maringá, mais precisamente no Jardim Pinheiros (região norte), para viver o sonho de muitos jovens da mesma idade: tornar-se um músico sertanejo.

Hoje, aos 34 anos, ele comemora a dupla com o parceiro Augusto e diz que já dá para viver de música. Mas alfineta os colegas de profissão: “Não é só colocar uma calça apertada, começar a rebolar para o público e dizer que é cantor, não. Tem que cantar”.

No futuro, você vai poder olhar para trás e se orgulhar de tudo o que fez

O primeiro cachê de Wesley foi em Astorga em 2006, onde obteve o primeiro contato com o público. Lá ele não fazia muitos shows, mas atualmente, segundo afirma, realiza em torno de 12 a 15 shows por mês por todo o norte do Estado.

Ele não tem muito contato com a vizinhança do bairro, mas vários moradores o reconhecem pelo trabalho dentro da música.

Segundo o músico,  o que precisa ser melhorado na música sertaneja são os cantores:
“O que de fato deve ser mudado com urgência é a forma como os cantores estão se portando, pois se preocupam em ficar fazendo academia, para ficarem bombados, arrepiam o cabelo para chamar a atenção das mulheres, fazem superproduções nas fotos, mas o principal que devem fazer não fazem, que é cantar.”

Fiduma, da dupla Fiduma e Jeca, também revelada em Maringá e que faz sucesso por todo o Brasil, reforça que os cantores em início de carreira passam por muitas dificuldades, tais como encontrar pessoas que acreditem e apoiem o profissional.

Sobre sucesso, ele dá o conselho de sempre: batalhar, estudar muito a música e cantar sempre com estilo próprio. “Assim, no futuro, você vai poder olhar para trás e se orgulhar de tudo o que fez. Sucesso é apenas consequência do nosso trabalho”, afirma Fiduma.

Wesley Ribeiro já tem nove músicas gravadas pelo Estúdio JS (Jota Silva) de Colorado (distante 87 km). Hoje ele já pode gravar em Maringá, segundo Ivonil Machado, Diretor da Gravadora Digital Comunicação. A gravadora grava em média 100 músicas por ano.

O sertanejo Wesley Ribeiro diz ter encontrado em Maringá a oportunidade que precisava para obter o reconhecimento que não tinha em Astorga. Hoje ele garante que já consegue viver da música. “Pretendo viver da música até a minha morte”, afirma o cantor.

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

37.050 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Notícias

 

Calendário

abril 2016
S T Q Q S S D
« nov   mai »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

galeria de fotos

Cazuza Mario Quintana George Carlin

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.