Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Literatura | Edição #432 - 23/11/2015

A cada passo se tornando mais um foca

O fim de um ciclo que trouxe aprendizado e crescimento tanto como aluno quanto como pessoa

Gabriel Fontana
Aluno de Jornalismo

Comentários
 
As ideias para textos nem sempre vêm de momentos de concentração (Foto: Gabriel Fontana)

As ideias para textos nem sempre vêm de momentos de concentração
(Foto: Gabriel Fontana)

Esse era para ser um texto de despedida do Jornal Matéria Prima e, de fato, é, mas na realidade é um até logo. Nos dedicamos, nos esforçamos e na conclusão do JMP podemos dizer que a cada passo dado, cada estágio concluído em nossa vida acadêmica, nos tornamos cada vez mais “focas”.

Dos textos opinativos aos informativos foram várias experiências. Conhecemos histórias que nos tocaram de alguma maneira, mostramos nossas opiniões por diversos assuntos, criticamos por vários motivos os erros cometidos em programas jornalísticos, além de entrevistarmos figuras que de alguma maneira merecem destaque na sociedade local. Todos esses textos nos fizeram evoluir, nos desafiaram. Claro, houve alguns tropeços, mas é errando que se aprende.

Um fato legal do JMP é que as ideias para textos nem sempre vêm de momentos de concentração. Procurando um assunto, meu primeiro opinativo praticamente montei enquanto tentava pegar no sono ( não contem para a professora Rosane). E o que dizer da reportagem sobre tatuagens? A ideia para o texto veio da  eterna pergunta se nossa querida e adorada professora, que já deu vários puxões de orelha neste aluno, tem ou não uma tatuagem (fato que não será descoberto tão cedo). Fazer uma crônica contando sobre as loucuras de sua família sem apanhar dela depois ou ficar sem presente de Natal e aniversário pelo resto da vida, foi outro desafio.

É o fim de um ciclo de esforços, puxões de orelha e aprendizado

Porém, por todos os gêneros que passamos sempre tem um que quebramos a cabeça. O meu foi o ombudsman (antes que você se pergunte caro leitor esse cidadão é o crítico do próprio jornal). Como fazer uma crítica indireta ao trabalho de um colega de turma sem ofendê-lo? Bem, consegui, depois de algumas tentativas, mas consegui.

Despedir-se nunca e fácil, e nem prazeroso, mas nesta ocasião posso dizer que é, até porque é o fim de um ciclo de esforços, puxões de orelha, aprendizado e, querendo ou não, de divertimento. É algo prazeroso ver seu texto publicado ou, como chamamos, nossos filhos publicados – neste caso crescidos. Para as futuras gerações do Jornal Matéria Prima deixo um conselho: se esforcem, façam os textos mesmo que às vezes bata aquela preguiça, transformem esse “dever de casa”  em algo prazeroso. Vai valer a pena.

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

33.244 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Com os poderes do Batman e o dinheiro do Homem Aranha

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

novembro 2015
S T Q Q S S D
« out   abr »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

galeria de fotos

Chico Buarque Mario Quintana George Carlin

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.