Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Saúde | Edição #411 - 04/05/2015

Sinta-se bem com você e com seu corpo

É preciso considerar quando a cirurgia plástica é recomendável à elevação da autoestima, ocasionando satisfação pessoal

Bruna Gabriel
Bruna Gabriel

Comentários
 
Foto: Bruna Gabriel

Foto: Bruna Gabriel

Não é todo mundo que concorda, mas adotar cirurgia plástica em alguns casos pode, sim, elevar a autoestima do indivíduo. Mulheres e homens não hesitam seguir esse caminho. Buscam novos métodos para corrigir imperfeições do corpo e consequentemente sentir-se bem. Além do valor estético, as cirurgias podem devolver a personalidade e identidade perdidas em casos crônicos. O método pode oferecer benefícios à saúde, tanto psíquica quanto físicamente.

Estar bem com o próprio corpo irá refletir no comportamento de cada um. O psicanalista Sigmund Freud (Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud, v. XVI. Rio de Janeiro, 1976) diz que, o eu não corresponde àquilo que o sujeito pensa sobre si ou como ele se avalia, mas está associado a uma série de outros processos, inclusive inconscientes.  Para Denise Portinari (A invasão dos belos corpos: corpo, técnica e fantasia na cena contemporânea. Psicologia Clínica, edição 2000) por meio do encaixe social, o indivíduo modifica o comportamento e valoriza aspectos corporais.

Em 2013, o Brasil foi
responsável por 1,49 milhão
de cirurgias plásticas

 

A influência exercida pela mídia da busca do corpo ideal é refletida na procura por cirurgias. Em 2013, o Brasil foi responsável por 1,49 milhão de cirurgias plásticas , de acordo com a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (Isaps), aumento de 120% em relação aos anos anteriores. As pessoas buscam um padrão de beleza que nem sempre é problema, mas uma satisfação pessoal.

Querer ficar bonito e corrigir imperfeições faz parte da natureza humana. A construção de uma imagem é a busca incessante pelo belo, que eleva a autoestima, melhora convívio social, o comportamento e a satisfação. Os métodos utilizados para cirurgias são seguros, e, para isso conforme a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, é necessária a avaliação e investigação do paciente, desde histórico de doenças, alergias até situações de risco.

É indispensável sentir-se renovado e rejuvenescido, melhora o humor e garante satisfação. A cirurgia plástica é um método alternativo que proporciona bem-estar a quem se submete ao procedimento. Não importa se dizem que é vaidade ou exagero, pois realizar uma mudança drástica no corpo é decisão pessoal, cuide-se, sinta-se bonito (a), não busque perfeição, e sim busque melhorias.

Discussão e comentários »

Um comentário | Deixe seu comentário

Alan Cesar disse:

Ótimo artigo. Na minha opinião as pessoas buscam mais a aprovação de outras pessoas sobre seu corpo e seu visual do que elas próprias. Elas devem ser felizes do jeito que são e quem realmente se importa com elas gostará delas dessa maneira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

37.065 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Posso ser forte, durona e molinha ao mesmo tempo

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

maio 2015
S T Q Q S S D
« abr   jun »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

galeria de fotos

Cazuza Chico Buarque Mark Twain

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.