Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Literatura | Edição #411 - 04/05/2015

Já dizia o cantor que tudo há de passar

Entre devaneios, cigarros, amigos e o futuro, deixo-me levar pelos meus temores para reforçar minha fé sobre a amizade

Paulo Rodrigues
Aluno de Jornalismo

Comentários
 

Não consigo deixar de pensar no meu futuro. Sonho e me vejo daqui alguns anos. Moro fora, trabalho num jornal importante e conheço meu parceiro. Vivo num apartamento pequeno e aconchegante para meus dias solitários e tenho a sala que sempre quis: sofá-cama, tevê, videogame e uma mesa de centro com cinzeiro, meus cigarros mentolados e isqueiro. Frequentemente vou à cafeteria local tomar um café irlandês ou faço um circuito de bares e pubs com meus amigos e colegas de trabalho. Aparentemente perfeito, mas não o é.

Não há cura para a saudade daqueles que, permanentemente, estão afastados

Tenho também porta-retratos de todos aqueles que deixei para trás quando parti do país. Minha família no centro e meus amigos ao derredor. São fotografias dos momentos felizes, dos sorrisos fieis e de períodos importantes para mim. Estão todos ali, sem exceção. Não pude trazê-los comigo nem deixá-los para trás. Não posso tocá-los ou senti-los. Somos parte de um todo divididos e espalhados. Ora, as amizades são aquilo que tenho de mais valioso, pois foram meus amigos que me mostraram o mundo e, juntos, pintamos o quadro da minha vida. É difícil abrir mão daquilo que mais nos vale. Quem sou eu, porém, para chamar a amizade infinita, se somos nós finitos?

As amizades forjadas entre as felicidades e os dissabores

As amizades forjadas entre as felicidades e os dissabores (Foto: Laryssa Cunha)

Toda amizade perdura, mas também definha. Tudo tem prazo de validade, seja a morte ou a distância. Já cantava George Harrison, quem muito admiro, que tudo há de passar, as felicidades e os dissabores, num dos registros mais belos que já ouvi (“All things must pass”, 1970). Triste é compreender um futuro no qual aqueles que me ajudaram a forjá-lo não se encontram presentes. Sinto-me só. Sinto-me incompleto e transparente longe daqueles a quem jurei, internamente, eterna lealdade.

Não há cura para a saudade daqueles que, permanentemente, estão afastados. Não há fotografias, cafés irlandeses, cigarros ou bares que preencham a alma. Há, sim, as amizades presentes e o tempo que corre. Impossível não imaginar um enorme relógio que contabiliza as horas restantes que passaremos juntos, nas aulas, nos bares, nos encontros de fim de semana, nos momentos felizes e nas tristezas conjuntas. Meus amigos me permitem ser quem sou, e ser quem sou me permite aproveitá-los, amá-los e carregá-los comigo, perto ou longe, até o fim.

Afinal, tudo há de passar.

Discussão e comentários »

2 comentários | Deixe seu comentário

Carol disse:

Perfeito! A cada frase me identifico com o texto. Me fez relembrar momentos, parabéns!!

mari disse:

O começo me pareceu um filme, adorei imaginar cada cena. Texto um tanto carinhoso em meio a tantas possibilidades de temas que poderia ter escolhido. Algumas contradições me deixaram confusa, mas não sei se era a intenção. Bacana (:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

37.838 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Aprendiz de jornalista e de gente grande.

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

maio 2015
S T Q Q S S D
« abr   jun »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

galeria de fotos

Mario Quintana Chico Buarque George Carlin

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.