Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Cultura | Edição #413 - 18/05/2015

Falta apoio para bandas independentes

Sem ajuda de casas noturnas, reconhecimento do público é infactível em uma cidade que valoriza o cover

Ademir Freitas
Aluno de Jornalismo

Comentários
 

A década de 1980 foi significativa para a cultura de Maringá. Dezenas de bandas e artistas independentes aproveitaram a efervescência do rock para criar músicas sobre política e o comportamento da época. No entanto, o cenário continua o mesmo nos dias de hoje – faltam recursos e oportunidades para divulgar o trabalho.

Segundo Murilo Marin, vocalista e guitarrista da banda maringaense No Crowd Surfing, a falta de incentivo prejudica bastante. “O que sinto é que as pessoas perderam o interesse em descobrir música nova. Ninguém quer assistir a um show de algo que não conhece e isso diminui a probabilidade de conseguir espaço para tocar. Sem falar de lugares elitistas que simplesmente não incluem atrações culturais na sua agenda.”

Para Raphael Davila, baixista da Banda 3D6 e criador do Coletivo Maringá Independente, o baixo retorno financeiro de eventos de música autoral dificulta a divulgação. “As pessoas gastam cerca de R$ 30 a R$ 80, sem reclamar, para irem a um evento de música cover, enquanto temos uma dificuldade enorme para vender convites de R$ 10 a R$ 20 para eventos autorais.”

Por outro lado, alguns locais já oferecem apoio para bandas independentes se apresentarem ao público, como o Kubitschek Bar, região central, que reserva os sábados para shows. Apesar disso, o dono, André Guimarães encontra dificuldades para lidar com as leis municipais que estabelecem normas na execução de músicas ao vivo em bares. “Estender o horário ajudaria muito [na realização desses eventos], haja vista que o limite permitido atualmente é até 23 horas durante a semana e meia-noite nos fins de semana.”

Lugares elitistas simplesmente não incluem atrações culturais na agenda

Sair do anonimato não é fácil para uma banda independente e geralmente precisam do apoio de amigos e do público para divulgar no “boca a boca”. “Gosto muito do Corona Kings, Montanas Trio, Nevilton, Stolen Byrds e Rafael Morais. O que eles fazem é arte de verdade”, diz Leandro Grossi, aluno de Contábeis da UniCesumar, que acredita que a cena autoral está crescendo na cidade.

Conquistar o público é um grande passo, mas ainda está longe do que desejam. “O independente é sempre um desafio. Estamos sempre em busca de um artifício novo pra driblar o que é facilmente acessível às pessoas e oferecer algo novo, um ponto de vista diferente do que é música”, diz o vocalista Murilo Marin.

No Crowd Surfing tem um disco gravado de forma independente (Foto: Alvaro Sasaki )

No Crowd Surfing tem um disco gravado de forma independente
(Foto: Alvaro Sasaki )

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

35.205 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Quase jornalista, apaixonado por social media e música

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

maio 2015
S T Q Q S S D
« abr   jun »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

galeria de fotos

Mark Twain Chico Buarque Cazuza

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.