Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Economia | Edição #391 - 19/06/2014

Todas as idades podem se qualificar profissionalmente

Secretaria de Estado da Educação do Paraná registrou aumento de 13,4% nas matrículas em relação a 2009

Raphaela Kimberly
Aluna de Jornalismo

Comentários
 
Foto de Raphaela Kimberly

Mural de vagas de cursos oferecidos pelo NRE de Maringá (Foto: Raphaela Kimberly)

Há alguns anos, os cursos técnicos e profissionalizantes tinham apenas a função de ocupar um espaço na hora de formular um currículo, diferentemente do que acontece hoje. O mundo competitivo exige mudanças constantes, o que torna a concorrência profissional maior.

“Observamos que nas escolas estão matriculados alunos de diversas faixas etárias. O curso subsequente é mais procurado por jovens adultos.” É o que afirma Elizabete Neves, 47, professora, técnica pedagógica do Núcleo Regional de Educação (NRE). Segundo ela, eles estão no mercado de trabalho e sentem a necessidade de se capacitar ou, ate mesmo, recomeçar em uma nova profissão.

O aluno de um curso profissionalizante, hoje, precisa estar preparado para lidar com a realidade de uma sociedade desenvolvida tecnologicamente. Ou seja, as inovações devem fazer parte da formação pessoal dos trabalhadores. Em Maringá, segundo o NRE, este ano o número de matrículas dos cursos profissionalizantes subiu em relação a 2012. Com isso o número de turmas, que eram 18 nos cursos integrados, saltou para 48.

O Paraná tem 55 opções de cursos gratuitos e esses cursos são oferecidos nas escolas em mais de 180 cidades

Segundo Claudete Cristina Iwata, 49, sócia proprietária da Iwata & Iwata Imóveis, pós-graduada em Educação à Distância e Tecnologias da Educação, os cursos técnicos e profissionalizantes estão sendo muito valorizados pelos empresários, já que o mercado sente falta de mão de obra qualificada. “Muitas vagas continuam abertas, mesmo tendo tanta gente precisando de um emprego”, diz.

Alexandre Ota, 33, gerente de locação e estudante do curso de EAD de Gestão Imobiliária, afirma que é de suma importância como profissional procurar cursos para estar sempre atualizado de todas as formas. “Não somente na nossa área, mas também nas que nos rodeiam, pois o mercado de trabalho está sempre inovando. Quem não se recicla acaba ficando para trás e as boas oportunidades não esperam.”

A Secretaria Estadual de Educação  matriculou 77.553 alunos este ano, interessados em ser um diferencial no mercado de trabalho. O Paraná tem 55 opções de cursos gratuitos, oferecidos nas escolas em mais de 180 cidades.

SERVIÇO: Mais informações sobre cursos técnicos e profissionalizantes oferecidos pelo NRE pelo telefone (44) 3218-7132.

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

32.898 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Determinada, corajosa e autoconfiante. Como todos, busca o sucesso, mas com humildade e recato.

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

junho 2014
S T Q Q S S D
« mai   jul »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

galeria de fotos

George Carlin Mario Quintana Chico Buarque

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.