Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Literatura | Edição #392 - 27/06/2014

Dédalo num voo pássaro para a liberdade

Diante da sensação de saber que fez a escolha certa e a pressão de todos surge o questionamento: a liberdade é possível?

Tuana Mignoso
Aluna de Jornalismo

Comentários
 
(FOTO: Tuana Mignoso)

(FOTO: Tuana Mignoso)

Liberdade, no latim, Liberare. Ainda que com a cabeça rodeada de pensamentos sobre o futuro que me cerca, o mesmo mundo que me liberta é aquele que me prende e me segura com força impiedosa.

- Mas então, minha filha, por que jornalismo?

Sabe mãe, nem sei ao certo. Talvez o fato de saber que fiz a escolha certa me humanize. Jornalismo me humaniza. Ou então a parte de mim que afirma que gosto mais de escrever do que de falar responda a pergunta. Palavras: tenho muitas de sobra, para dar e para vender, mas apenas no papel. Nasci me encantando com o mundo e com a humanidade. Cresci me intrigando com a política e com as pessoas.

 A liberdade ainda é meu assunto preferido. É como despir-me. Tudo o que eu sou. Tudo o que vejo. Tudo o que sinto

Liberdade. É essa a palavra que venho procurando desde os quinze. Certa vez, um senhor de paletó preto, um pouco descorado – certamente pelo tempo de uso – gritou em meio à praça central da cidade o sentido da palavra “liberdade” de um jeito que eu nunca havia entendido antes. O velho homem desbravou-se a falar sobre um dos contos da mitologia grega e, em meio à multidão que se juntava ao redor, ele aclamava a história de Dédalo e Ícaro. Pai e filho que voaram com asas feitas das penas de aves e cera de abelha. O filho, tão emocionado com a liberdade nunca presenciada antes, aproximou-se demasiado do Sol e suas asas derreteram. Ícaro caiu no mar Egeu e, afogando-se em sua própria sensação de liberdade, morreu.

Aos 10 anos, ganhei uma máquina de datilografia. Ainda me recordo de perguntar ao meu pai “como eu uso isso?”. Sorrindo e alisando meu cabelo, ele respondeu: “com a sua imaginação”. Desde então percebi que minhas mãos seriam meu instrumento de trabalho para o resto da vida, mas mesmo se me arrancassem os braços, ainda teria a minha imaginação.

Embora já tenha escrito sobre as minhas paixões, como extravagâncias doces e homens amargos, a liberdade ainda é meu assunto preferido. É como despir-me. Tudo o que eu sou. Tudo o que  vejo. Tudo o que  sinto. Por que o jornalismo? Seria mais fácil perguntar a um pássaro por quais motivos ele voa. E, talvez, a resposta fosse a mesma que eu daria: voamos pela liberdade.

Discussão e comentários »

7 comentários | Deixe seu comentário

Maria Mignoso disse:

Adorei!

Angela Inês Mignoso disse:

Muito bom Tuana, temos liberdade de fazer nossas escolhas…belo texto!

Jacqueline Teixeira Sonsin disse:

Parabéns a Jornalista Tuana ! Matéria muito bem redigida!

Guilherme Fiorese disse:

Muito bom meu amor, só pare de escrever quando os pássaros pararem de voar.

Aida Fiorese disse:

Adorei o texto, sensível e verdadeiro! Parabéns !

Marcelo de Oliveira Lima disse:

Show de bola a matéria. Texto bem construído.

Ellen disse:

Muito bom! Parabéns Tuana

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

32.898 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Apaixonada por palavras, música e pessoas inteiras. Gosta de quem mete a cara, arrisca o verso, desafia a vida.

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

junho 2014
S T Q Q S S D
« mai   jul »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

galeria de fotos

Mario Quintana George Carlin Chico Buarque

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.