Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Cidade / Educação | Edição #387 - 05/05/2014

Mulher realiza sonho de estudar 27 anos depois

Aos 53 anos, mãe de família supera obstáculos e consegue voltar à universidade para terminar o que começou aos 26

Lethícia Conegero
Aluna de Jornalismo

Comentários
 
Clarinda, em pé de camisa azul xadrez, com a turma da faculdade (Foto: Divulgação)

Clarinda, em pé, de camisa azul xadrez, com a turma da faculdade (Foto: Arquivo pessoal/Clarinda Inumaru)

Os obstáculos e dificuldades da vida não foram suficientes para fazer com que Clarinda Matsuzaki Inumaru desistisse de estudar. Hoje, aos 53 anos e com três filhos formados, resolveu retornar à universidade. Cheia de força de vontade e entusiasmo, ela voltou a cursar Letras na Universidade Estadual de Maringá.

Aos 18 anos, Clarinda ingressou pela primeira vez na UEM, no curso de Psicologia, mas logo se deu conta de que não tinha vocação para essa área.

Após se casar e engravidar do primeiro filho, aos 19 anos e, logo em seguida, do segundo, ela resolveu voltar à universidade. Foi quando completou 25 anos. Determinada a concluir o ensino superior, essa moradora do bairro Cidade Nova (região norte) ingressou no curso de Letras, pelo qual se apaixonou.

Disposta a estudar e dedicar-se à graduação, Clarinda deu o melhor de si, mas o que ela não esperava é que engravidaria do terceiro filho, aos 26 anos, e que em seguida o marido sofreria um grave acidente.  Em meio a tantas dificuldades, precisou trancar o curso para se dedicar à família.

E foram sempre as questões familiares que fizeram Clarinda adiar por mais 27 anos o desejo de cursar uma faculdade e se formar. “Parece que eu tinha deixado alguma coisa para trás. Não sei se tem um tempo para a gente ter sonhos, mas eu pensei: por que não? Acho que a minha missão de mãe eu cumpri, então por que não correr atrás de um sonho? No começo estava muito insegura, achava que não ia conseguir, mas depois desse primeiro ano percebi que sou capaz e tenho me saído melhor do que esperava.”

Acho que a minha missão de mãe eu cumpri, então por que não correr atrás de um sonho?

A professora de Literatura Portuguesa do curso de Letras da UEM, Marcele Aires Franceschini, comentou que Clarinda é um belo exemplo de que nunca é tarde para recomeçar. “Desde as primeiras aulas percebi o diferencial da Clarinda, não apenas pela faixa etária, mas porque ela é uma pessoa bastante estudiosa, sempre atualizada sobre os assuntos, interessada e questionadora. Para a minha surpresa, Clarinda ainda demonstra vontade de realizar um intercâmbio nos últimos anos da faculdade, em Portugal. Acredito que ela não é somente um exemplo de aluna, mas vejo que pessoas interessadas, motivadas e estudiosas conseguem naturalmente um lugar ao sol.”

A aluna do segundo ano do curso de Letras da UEM Aline Miyuke Miyamoto, 18, estuda na mesma sala de Clarinda. Ao ser questionada sobre o relacionamento e interação dos alunos mais jovens com a colega, Aline explica que não poderia ser melhor. “A Clarinda tem uma boa interação com a turma, podemos falar sobre qualquer assunto com ela. Não há preconceitos por parte da sala por termos colegas mais velhas, aliás, é um fator positivo, já que demonstram o lado materno com a gente e se preocupam conosco.”

Discussão e comentários »

6 comentários | Deixe seu comentário

Nayara Sakamoto disse:

Fiz cursinho com a Dalva, 43 anos, e ela era incrível. Cuidava da gente como uma mãezona, e todos respeitavam, mesmo com a diferença de idade. A aprovação dela foi a mais comemorada HAHAHAHA Gostei da matéria Lethícia!

Everton Vieira disse:

Essa matéria me fez lembrar do velho ditado (e ensinamento) dito pelos meus avós: “Antes tarde do que nunca!” Parabéns Clarinda por servir de exemplo a todos nós e por mostrar de que nada está perdido. Parabéns a Lethícia Conegero também por tornar público esse grande exemplo de vida!

Marcele Aires disse:

A Clarinda é um exemplo de aluna e de ser humano do bem!

Sergio Adriano Conegero disse:

Inspirador, um grande exemplo de otimismo e perseverança. O texto leva o leitor a repensar sobre os conceitos que temos de dificuldade.
Parabéns Lethícia!

Deyse Piedade Gimenes Pires Conegero disse:

Essa matéria me fez refletir sobre as dificuldades que temos e conseguir forças para superar e ser uma pessoa melhor e realizar sonhos, não importa quanto tempo demore. Se eu conseguir chegar com a idade de Clarinda com metade dessa força já estarei agradecida.
Parabéns a aluna de jornalismo pela linda história. Continue assim nos trazendo bons exemplos de vida, pois, é disso que precisamos para viver mais feliz.

Philipp Kondo disse:

Incrível história, muitas vezes por tão pouco alunos desistem de seus cursos ou deixam de aproveitar oportunidades apresentadas diante deles, mas essa mulher e uma verdadeira vencedora, mesmo diante de tantas dificuldades ainda persistiu em seu sonho colocando sua família sempre em primeiro lugar.
E muito bom poder ver histórias assim nesse jornal, nos motiva e nos inspira, ótimo trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

32.234 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Interessada em descobrir, e mostrar, o que há de melhor nas pessoas.

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

maio 2014
S T Q Q S S D
« abr   jun »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

galeria de fotos

Mark Twain Cazuza George Carlin

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.