Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Cidade / Economia | Edição #382 - 20/11/2013

No Ney Braga moradores não carecem ir ao centro

No bairro, localizado na região oeste de Maringá, não é preciso ir longe para fazer compras, embelezar-se ou se alimentar

Juliana Duenha
Aluna de Jornalismo

Comentários
 
Zelinda e sua filha, Tassiane em frente ao salão de beleza (Foto: Juliana Duenha)

Zelinda e sua filha, Tassiane em frente ao salão de beleza (Foto: Juliana Duenha)

O Conjunto Residencial Ney Braga, localizado na região oeste de Maringá, é um bairro tranquilo, com muitas famílias, mas na rua Bem-te-vi há algo diferente das outras vias do bairro. Em apenas uma quadra pode-se contar cinco estabelecimentos. São de vários segmentos, salões, mercadinhos, lanchonetes, açougues, lojas de roupas, padarias.  Os moradores não precisam ir ao centro para fazer compras.

Zelinda Sipriano Simão, 64, cabelereira, é dona de um salão de beleza na rua há mais de 20 anos. “Trabalho em salão há mais de 30 anos. Abri aqui na rua quando me mudei para cá e hoje trabalho com minha filha”, conta.  A filha, Tassiane Sipriano Simão, 22, estudante de Pedagogia, diz gostar de trabalhar e morar no bairro. “Nós adoramos morar aqui, é bem tranquilo.”

Eu adorei e agora atravesso a cidade para vir aqui. Saio lá da Zona 4 e corro aqui

A concorrência, segundo elas, não atrapalha. “Ter vários concorrentes não prejudica, diria até que ajuda bastante. E também temos clientes do bairro, de fora, de todos os lados”, afirma Zelinda Sipriano. Uma dessas clientes de fora é Enilda Marcolino da Silva Queirós, 49, secretária que frequenta o salão há sete anos. “Conheci Zelinda quando vim trabalhar aqui no colégio [Silvio Magalhães Barros, na rua de trás do salão]. Eu adorei e agora atravesso a cidade para vir aqui. Saio lá da Zona 4 e corro aqui”, brinca.

Além do salão, mãe e filha têm uma loja de cosméticos ao lado, há cinco anos. “Montamos a loja pela comodidade das clientes. Elas vêm no salão, aproveitam e compram na loja, tudo em um lugar só”, diz Tassiane Sipriano.

Rogério Gregório, 32, comerciante, tem loja de roupas de ginástica há cinco anos na rua Bem-te-vi. “A minha aposta para abrir aqui, foi por ser um local fácil [acesso], de família e também porque moro aqui,” diz Gregório. Em relação à calmaria do bairro, Gregório diz gostar. “Acho o bairro tranquilo, gostoso de morar, porém já fui assaltado uma vez, mas qual bairro não tem assaltos?”

A moradora Nayara Santos, 22, estudante, diz ser atraída pela de estabelecimentos comerciais no bairro. “Acho ótimo ter tudo aqui, não preciso ir para o centro da cidade, sem contar que posso comprar fiado”, brinca.

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

33.442 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Observadora ao extremo. Adora músicas, risadas e boas histórias. Amante do jornalismo, em todas as formas.

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

novembro 2013
S T Q Q S S D
« out   dez »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

galeria de fotos

George Carlin Mark Twain Chico Buarque

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.