Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Cidade | Edição #379 - 31/10/2013

Parque do Japão é a atração do Itaipu

A conclusão do projeto, que começou em 2006, está prevista para o ano que vem; muitas atividades ali são abertas à população

Cris Gabino
Aluna de Jornalismo

Comentários
 
A vista do parque é bela e pode ser apreciada gratuitamente (foto arquivo/Parque do Japão)

A vista do parque é bela e pode ser apreciada gratuitamente (foto arquivo/Parque do Japão)

O Parque do Japão está localizado entre o Parque Itaipu e o Jardim Industrial, região oeste de Maringá. Um acordo de irmandade entre as cidades de Maringá e Kakogawa no Japão, assinado em 2 de julho de 1973, fez surgir esse projeto no município. Em 10 de maio de 2006, com o lançamento da pedra fundamental, foi dada a partida para a construção do parque, com o objetivo de aproximar a população maringaense dos costumes japoneses e preservar a cultura milenar nipônica entre os descendentes.

O Parque do Japão tem 100 mil metros quadrados de área de preservação ambiental. Os objetos que o decoram remetem à “terra do sol nascente”, como bonsais, carpas e monumentos. No parque são realizados diversos eventos artísticos, culturais e esportivos. Os visitantes encontram ali desde, praça de alimentação, casa de chá, quiosques, lagos, ginásio de esportes, até outras atrações em fase final de construção, como o centro de convenções e o restaurante típico japonês.

Há sete anos o parque vem sendo construído, e a inauguração ainda não está com data definida, mas segundo a administração a previsão é que fique pronto entre o fim deste ano e o início do ano que vem.

A engenheira civil Mary Cristina Yoshii Fugou, 47, trabalha no parque há oito anos,  na função de gerente administrativa. Ela destaca a beleza que o parque oferece aos visitantes com uma lembrança singela do embaixador do Japão,  Akira Miwa,  que esteve em Maringá ano passado. “Ele confidenciou ao ex- prefeito Silvio Barros, que se surpreendeu várias vezes com coisas do Brasil, mas que nós conseguimos surpreendê-lo com um lindo jardim japonês.”

No fim do ano, o Parque Itaipú chega a receber, em média, 45 mil visitantes      

O parque está sendo construído com verba pública do Ministério do Esporte e do Ministério do  Turismo, além de doações particulares feitas à Oscip – Parque do Japão. Segundo dados da administração, a atração do Parque Itaipú recebe em média 3.000 pessoas por mês  e em dezembro chega a receber cerca de 45 mil visitantes. A entrada é gratuita.

Atualmente aulas como judô e artes marciais são gratuitas e cursos como jardinagem e  aula de cerimônia do chá são oferecidos no local com valores acessíveis.  O Parque do Japão é aberto para visitação das 8 h  às 17 h 30  de segunda a sexta, exceto aos sábados, domingos e feriados por se encontrar em obras.

O aposentado Claudio Emanuel da Costa, 65, é morador do Parque Itaipú e frequentador do Parque do Japão e mesmo não sendo japonês ele relata a afinidade com a cultura oriental. “Eu vi este parque nascer, a beleza dele me traz uma paz interior, aqui consigo fugir deste mundo tumultuado em que vivemos e relaxar.”

 

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

35.194 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Notícias

 

Calendário

outubro 2013
S T Q Q S S D
« set   nov »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

galeria de fotos

George Carlin Mark Twain Chico Buarque

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.