Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Literatura | Edição #378 - 24/10/2013

Eu vos declaro marido e… não, pera aí

Essa é a história de um bêbado apaixonado que, como prova de amor, prometeu até uma pia e um fogão para a amada

Lilian Vespa
Aluna de Jornalismo

Comentários
 
(Fotomontagem: Lilian Vespa)

(Fotomontagem: Lilian Vespa)

Era a primeira vez que a garota iria sair pela cidade em busca de pauta. Desde o começo do ano, quando a professora disse que os alunos deveriam se aventurar pela cidade à procura de reportagens para o jornal laboratório, a menina esperava ansiosamente por esse momento. Os colegas diziam para ela não levar em consideração as histórias contadas pela professora, já que nem tudo era tão fácil como parecia ser. Mas ela nem dava ouvidos.

Ela e a amiga saltaram do ônibus prontas para desbravar o bairro escolhido. Depois de andar por alguns minutos e, sem saber ao certo onde estavam, encontraram um mercadinho.  Depois de conversar com os funcionários do estabelecimento, descobriram que o bairro ao qual deveriam ir ficava 20 minutos dali.

_ Não acredito. O motorista deixou a gente no lugar errado! Sem chance de eu ir andando até o bairro certo, disse a amiga, um tanto irritada.

Um bêbado, conhecido por todos os funcionários do mercado, entrou no estabelecimento e logo foi puxar papo com as meninas. Ele mal conseguia ficar de pé e as frases eram emboladas e confusas. Dizendo o português claro, ele estava pra lá de Bagdá.

Conversa vai, conversa vem. O bêbado que, ora segurava a mão de uma das meninas ora da outra, disse que era cantor. Até fez um convite para uma delas ir, qualquer dia desses, assisti-lo cantar.

_ Depois que eu me apresentar, a gente ainda pode tomar uma gelada, completou, em meio aos tropeços. Se você quiser, a gente também pode se casar. Você aceita casar comigo?

Se você não o ama, dá um pé na bunda dele e vai ser feliz

_ Xi… Ela não pode! Ela é casada e já tem filhos, completou a outra, que se segurava para não rir da cara assustada da amiga.

_ É verdade que você é casada, princesa?, perguntou, abismado.

_ Eu não. Na verdade sou noiva.

_ Mas se você aceitar casar comigo, eu te dou uma pia e um fogão, disse o bêbado, sorridente.

_ Desculpa, mas não posso. Meu noivo é ciumento.

Apesar de ter ouvido um não como resposta, o bêbado sentiu que tinha de dar um conselho para a garota.

_ Se você realmente ama o seu noivo, eu desejo toda a felicidade do mundo para vocês dois. Mas se você não o ama, dá um pé na bunda dele e vai ser feliz.

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

37.839 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Notícias

 

Calendário

outubro 2013
S T Q Q S S D
« set   nov »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

galeria de fotos

George Carlin Mario Quintana Chico Buarque

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.