Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Literatura | Edição #374 - 19/09/2013

Os percalços de um deficiente físico

Soou como uma sentença: "fratura grave na perna esquerda", e um ferro exposto um pouco abaixo do joelho até o pé

Victor Rossi
Aluno de Jornalismo

Comentários
 

 

Mesmo temporária, a deficiência muda a vida de qualquer pessoa (Foto: Arquivo Pessoal/Victor Rossi)

Mesmo temporária, a deficiência muda a vida de qualquer pessoa (Foto: Arquivo Pessoal/Victor Rossi)

É impressionante como a vida pode mudar em poucos minutos. Bastou um acidente e de repente chega o médico com a sentença: fratura grave na perna esquerda – e um ferro exposto que brota da perna, um pouco abaixo do joelho até o pé. Aí o doutor já completa: – Ah Victor, a partir de agora, andar só se for de muletas tá! Pode ir se preparando, você vai usar por um bom tempo! De maneira totalmente inesperada, passei a uma condição que nunca havia imaginado: a de uma pessoa com deficiência física, mesmo que no meu caso, seja algo temporário.

Fui obrigado a me adequar as circunstâncias e ter muita força de vontade

Quando chego a qualquer local, já começo a observar o piso, os espaços disponíveis, o banheiro. Pelo menos temos preferências nos lugares. Alguns hábitos antigos como utilizar escada, tomar banho em pé, levar o prato de comida na sala de TV foram esquecidos, mas a mudança que mais sinto falta atualmente é a de dormir de barriga para baixo.

Decidi testar minhas limitações e sentir os desafios que enfrentam um deficiente físico em um lugar bem público: o shopping. Por mais que tenha estacionado o carro na vaga de deficientes, ir ao shopping não foi uma boa ideia. Por causa da recuperação, todos ficam me olhando. Em alguns momentos, chega a ser cômico ver a cara das pessoas ao observar minha perna, principalmente às crianças. Entrei em uma loja de departamentos para tentar achar algumas bermudas. Nunca vi tanta coisa próxima das outras dentro da loja. Tive de ficar desviando de tudo e de todos. Imagine então o transtorno que seria de cadeira de rodas… Pelo menos o provador da loja combinava com a minha condição, já que a vendedora me deu o maior de lá, totalmente equipado, com uma cama, um baita espelho, parecia mais um quarto. Pior que isso foi ter de aguentar um inocente garotinho falando na fila do provador: – Mãe, olha que louco a perna dele.  Os ferros estão fincados no osso! Claro que só pude rir né.

Em alguns momentos, chega a ser cômico ver a cara das pessoas ao observar minha perna

Mas se tem uma coisa que nunca imaginei passar agora que estou com essa limitação física foi ficar preso em um elevador. Pois é, isso aconteceu comigo no elevador da Faculdade. Foram exatos dois minutos de nervosismo, perna doendo e claro, muito xingamento. Só deu tempo de pensar: - Porra, quando não usava muleta, isso não acontecia comigo. Agora que estou assim, tinha de acontecer né!

É por essas e outras situações que uma simples limitação física, por mais breve que possa ocorrer, muda bastante a vida de qualquer pessoa, principalmente se ela não tiver muita paciência, como é o meu caso.

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

37.065 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Fã dos esportes, encontrou no Jornalismo uma chance de conhecer o mundo e suas singelas histórias.

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

setembro 2013
S T Q Q S S D
« ago   out »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

galeria de fotos

George Carlin Mark Twain Mario Quintana

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.