Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Crítica de Mídia | Edição #371 - 29/08/2013

A busca pelo texto mais “leve” continua

Embora alguns repórteres consigam escrever de maneira mais informal, a maioria ainda tem dificuldade de sair do gesso

Giovanni Froeming
Aluno de Jornalismo

Comentários
 

Nas primeiras edições do Jornal Matéria Prima deste ano, a maior dificuldade dos repórteres não era a falta de fontes, entrevistas, personagens ou até mesmo de pautas. O que mais atrapalhava os repórteres era a maneira com que transmitiam as informações apuradas para o papel, ou seja, a maior dificuldade era na hora de escrever. Todos sabem escrever, mas a grande questão é como desenvolver estilo próprio.

Alguns relatos são “repletos de…realidade! Realidade demais para história tão irreal

Os textos de 90% dos repórteres nas primeiras edições do JMP eram escritos de forma “quadrada”, engessada, o que acabava deixando a leitura cansativa. O leitor certamente, busca algo que lhe dê prazer e surge a curiosidade.

Hoje, já é possível ver textos mais “leves”. Não é que as produções deixaram de ser informativas, pelo contrário, continuam sendo, mas parecem ter encontrado a medida exata para balancear informações e histórias, não deixando assim o texto maçante.

Por outro lado, ainda há aqueles que sentem dificuldade em sair do padrão do texto informativo e valorizar mais as histórias. As justificativas são várias, “esse é o meu estilo”, “isso é muito difícil”, “não consigo mudar”. Realmente é algo difícil mesmo sair do gesso mas se quiser que o texto seja algo prazeroso, é necessário.

Os textos melhoraram, mas a busca pela forma "leve" continua

Os textos melhoraram, mas a busca pela forma “leve” continua (Foto: Giovanni Froeming)

Paulo Vinicius Coelho cita, no livro Jornalismo Esportivo (2011), que alguns relatos são “repletos de…realidade! Realidade demais para história tão irreal”. Embora a frase seja de um livro que trata sobre o jornalismo esportivo, encaixa-se perfeitamente no JMP, que às vezes tem histórias bacanas, legais, curiosas e até mesmo “irreais”, mas que são apenas relatadas, e não contadas a partir de um texto empolgante, o que acaba “matando” a história.

É necessário arriscar e se esforçar para deixar o texto mais “leve”, para que se torne empolgante e gostoso de ser lido. As publicações já melhoraram, mas podem melhorar ainda mais. É, claro, isso vai levar um tempo.

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

37.839 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Viciado em esportes, procura no jornalismo algo que lhe dê prazer e o faça acreditar que o mundo pode ser melhor.

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

agosto 2013
S T Q Q S S D
« jul   set »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

galeria de fotos

Cazuza Chico Buarque Mark Twain

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.