Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Cidade | Edição #355 - 04/04/2013

1ª igreja da Vila Operária tem 59 anos

Paróquia São José Operário é uma das primeiras de Maringá, com mais de mil colaboradores entre voluntários e dizimistas

Cris Gabino
Aluna de Jornalismo

Comentários
 

Padre Sidney Fabril, pároco da igreja, durante celebração (Foto: Cristiane Gabino)

A paróquia São José Operário foi criada em 14 de agosto de 1954. No dia seguinte o padre Agostinho Klingen foi nomeado primeiro vigário da paróquia. A igreja é uma das primeiras de Maringá e vai comemorar 60 anos, sob o comando do atual pároco, padre Sidney Fabril.

Localizada na praça Emiliano Perneta, na Vila Operária, região central de Maringá, a igreja tem mais de 200 voluntários e 950 dizimistas. “A paróquia é abençoada com seus fiéis, graças a Deus a comunidade, além de se disponibilizar como voluntária para as ações da igreja, também contribui por meio do dizimo”, disse o auxiliar administrativo Marcel Henrique Goulart, 23.

Além de se disponibilizar como voluntária para as ações da igreja, a comunidade também contribui por meio do dízimo

O empresário, ministro e coordenador geral das pastorais Ambrósio Gulla, 58, é  morador da Vila Operária desde que nasceu. Os pais dele eram envolvidos com a igreja e participaram da fundação e daí veio a  vontade de ser voluntário nos projetos da paróquia. Gulla é ministro da igreja há 27 anos. Ele explicou que a Igreja São José Operário está dividida em 10 sedes, todas em Maringá, sendo sete comunidades eclesiais de base na matriz e três que pertencem à Capela Nossa Senhora Aparecida. As pastorais que mais se destacam são a pastoral do dízimo, juventude, criança, catequese, saúde e promoção humana porque nelas se encontram maior número de voluntários. Por outro lado, faz questão de frisar que “ todas pastorais existentes na igreja são importantes, cada uma em sua área de atuação. Todas em conjunto são importantes para a formação da  paróquia”.

A paróquia São José Operário passou por algumas reformas no decorrer dos anos. Em 1969 foi demolida e o madeiramento comprado pela Mitra Diocesana. A arquitetura atual é moderna e votada para o conforto dos fiéis. “É uma mistura do passado com o contemporâneo”, afirmou o arquiteto Daví Dutra, morador do bairro.

Desde o início de funcionamento até janeiro de 2005, a igreja foi administrada por padres jesuítas. A partir daquele ano, passou para as mãos de padres diocesanos que transformaram a casa paroquial na Casa de Formação São José,  abrigo para seminaristas e estudantes de filosofia da diocese.

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

35.194 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Notícias

 

Calendário

abril 2013
S T Q Q S S D
« dez   mai »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

galeria de fotos

Cazuza Mario Quintana George Carlin

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.