Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Literatura | Edição #348 - 25/09/2012

A deliciosa descoberta de uma paixão

Jovem e com pouca vivência, o menino, até aquela noite, ainda não tinha descoberto como era se apaixonar por alguém

Joel Silva
Aluno de Jornalismo

Comentários
 

Em seu lugar, sozinho, ele observava o vai e vem do professor. Só observava. Também olhava para o quadro negro, para o teto e para o rosto de quem estava ao seu alcance. Porém, ele não compreendia o que estava escrito, não se distraía com os insetos dançando perto da luz e muito menos reconhecia aqueles que encarava. Nada ali o fazia fugir dos próprios pensamentos.

Era uma noite morna, sem nenhum encanto. Quase frígida, na verdade. Totalmente contrária ao que se passava no interior daquele rapaz. O coração ou a mente ou qualquer outra coisa que faça as pessoas se apaixonarem o guiava naquele momento. Mas a descoberta de uma paixão, assim, repentinamente, não o fez fraco ou bobo. Apesar de os pensamentos estarem longe de onde o corpo se encontrava, ele estava totalmente lúcido. Viajar foi uma escolha própria. Ele queria apreciar, pelo menos intimamente, o prazer de viver uma paixão.

Pareceram os segundos mais longos da vida dele. Mas foram dos mais gostosos também

Mas, coitado, apaixonar-se era algo praticamente novo. Apesar de acreditar que já tinha passado por situações semelhantes no passado, a verdade era que aquele menino estava pela primeira vez gostando tão intensamente e verdadeiramente de alguém. Ele mal sabia as complicações que poderia ter um sentimento tão inocente. E, naquele momento, nem se permitia pensar em outra coisa que não fosse a realização do sentimento que tomou conta dele.

Quase uma hora ele passou sozinho, viajando. Visitou lugares, pessoas e momentos futuros. Esteve em editoras, programas de TV, redações, em Paris e Milão. Encontrou-se com os parentes e amigos mais chegados, os importantes mesmo. Trocou beijos, carícias, presentes, mimos e até mesmo problemas. Tudo, tudo o que se passou por sua cabeça naqueles quase 60 minutos, ele fez acompanhado. Acompanhado da sua paixão, de quem era a partir de então o seu maior tesão. De quem ele queria ter junto, fosse nos bons ou maus momentos.

Eis que, no ápice da viagem, ele percebe um movimento diferente. Voltando a si, se dá conta da iminente presença da pessoa por quem se apaixonara. Ela vinha, encarando-o e caminhando, desde a porta da sala, até ele. Pareceram os segundos mais longos da vida dele. Mas foram dos mais gostosos também. Ele nunca tinha sentido antes aquele gostinho de “venha logo”, aquela sensação de frio na barriga, aquela ânsia de estar bem pertinho de alguém. O menino, agora acompanhado, recolheu toda aquela paixão e guardou no lado esquerdo do peito. Ele não queria e, mais tarde constataria, não poderia ter sido percebido.

Talvez o pobre menino até tenha conseguido algum nível de disfarce. Mas o brilho dos olhos, a pupila dilatada, o sorriso bobo e as frases mal elaboradas do restante da noite o denunciavam. Ele estava, definitivamente e reconhecidamente, apaixonado.

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

37.838 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Gentil e sério - até a primeira piada. Adora economia, política e música clássica

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

setembro 2012
S T Q Q S S D
« ago   out »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

galeria de fotos

Chico Buarque George Carlin Mark Twain

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.