Cesumar - Centro Universitário de Maringá

Jornal Matéria Prima

 
  • Última Edição: #483 | 28/06/2018 - Ano XIX
 
Literatura | Edição #344 - 10/07/2012

Lembranças da menina dos olhos de Bob

Durante a volta para casa, uma garotinha viaja a um mundo de recordações; memórias de um tempo em que as cores existiam

Taís Nakakura
Aluna de Jornalismo

Comentários
 
Olhava distraidamente pela janela do carro e via a estrada, os carros, a paisagem, o céu. Ah, aquele céu! Nenhuma fotografia no mundo poderia captar todas as cores daquele pôr do sol. A tranquilidade, enfim, em uma estrada tão movimentada. Uma freada brusca tirou a pequena Isabela de seu sossego e direcionou o olhar da menina para o que acontecia à frente.

- Meu Deus! Essa gente comprou a carteira?, bradava a mulher ao mesmo tempo em que buzinava sem parar.

“Ah, aquele céu!” O pôr do sol visto pelos olhos de Isabela (Foto: Taís Nakakura)

Todo o barulho levou a menina a se concentrar na mãe dela – que finalmente resolvera dar trégua à buzina. Carolina não era feia. Tinha ombros estreitos e corpo franzino, mas as curvas sutis e o terno olhar davam-lhe delicadeza. Apesar de já ter quase quarenta anos, ela ainda guardava um ar ingênuo, de criança espoleta. O que mais impressionava em Carolina, porém, era a voz, suave como o canto dos anjos.

- Que foi, Bela? – perguntou, fitando a filha pelo retrovisor – Você está calada desde que saiu da escola. Aconteceu alguma coisa?

A imagem do inverno, antes tão nítida, ficara cada vez mais apagada, sem cor. Já no fim daquela primavera, a vivacidade das flores se tornara apenas mais uma lembrança

Esboçou um sorriso e disse um “não” tão acanhado que nem mesmo ela ouviu. Desviou novamente o olhar para a janela. Fechou-a. “Ficou tão frio de repente”, pensou, encolhendo-se no banco. O último resquício do vento gelado que passara por entre o vidro tocou a garotinha e eriçou a loira pelugem do braço dela. Com o arrepio vieram lembranças do primeiro inverno, depois que ela entrara na escola.

A mente de Isabela a levou a um tempo mágico, antes de tudo aquilo começar. A água quente do chuveiro, o vento forte que divertia a molecada com suas pipas, a sopa de mandioca, de cor tão boa quanto o sabor derretendo na boca. Tinha também o Sol tímido, fujão, tão disputado pela criançada no recreio quanto os bolinhos de chuva da vovó Neusa. Bons tempos aqueles.

Um par de lágrimas escorreu dos olhos cor de jabuticaba de Isabela. Atrevidas, rolaram até o queixo da menina, que tratou logo de enxugá-las. Tudo tinha sido tão bom, por que houvera de acabar? A imagem do inverno, antes tão nítida, ficara cada vez mais apagada, sem cor. Já no fim daquela primavera, a vivacidade das flores se tornara apenas mais uma lembrança. O glaucoma forçara aquela criança a viver em um mundo de recordações.

- Vem filha! Dá a mão pra mim, já chegamos – disse Carolina, com sua voz angelical.

A menina foi de mãos dadas com a mãe até o portão, mas não era necessário. Conhecia muito bem o caminho: era a calçada dela, a casa dela, o latido do cachorro dela.

Bob era o guia da menina que vivia em um mundo de memórias (Foto/ Taís Nakakura)

- Bob! – gritou a pequena, soltando-se da mãe para abraçar o cachorro lambão.

Desde a primavera lembrada por Isabela, o velho Bob se tornou para ela muito mais que um cão-guia. Cuidadoso como ele só, tornou-se o melhor amigo da menina que não mais podia enxergar com os olhos, mas que aprendera a enxergar com o coração.

Discussão e comentários »

Não há comentários | Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copie a Senha gerada. *

* Digite ou cole senha aqui. *

37.126 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

sobre o autor

Menina sonhadora que ainda tenta se encontrar no mundo peculiar do jornalismo

ver mais posts do autor »

 

Notícias

 

Calendário

julho 2012
S T Q Q S S D
« jun   ago »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

galeria de fotos

Mark Twain Chico Buarque George Carlin

enquete

Você gostou das edições do JMP deste primeiro semestre?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
 

Jornal Matéria Prima é produzido por alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Cesumar - UniCesumar - na disciplina Técnica de Reportagem.

 

Publicado com WordPress / Laboratório de Notícias

Proibida a reprodução sem autorização do autor ou da Unicesumar

©2011-2018 Jornal Matéria Prima. Todos os Direitos Reservados.